LOGO_Backstage_Musical_NOVO2020_Crachá.

Entrevista: Erin Borges fala sobre "13, O Musical"



Em cartaz desde 02 de abril, no Teatro Liberdade, espetáculo “13 – O Musical” irá somente até o próximo domingo, dia 29 de maio. O elenco é composto apenas por adolescentes, entre eles Erin Borges em papel que foi de Ariana Grande em montagem americana.


Erin Borges é atriz e cantora. Já participou de espetáculos como “Marias do Brasil”, com direção de Fernanda Chamma; a montagem brasileira do sucesso da Broadway “Escola do Rock”, com direção de Mariano Detry; “Achados e Perdidos”, com direção de Cininha de Paula e Gustavo Klein; deu vida a protagonista Maria na versão musical de “João e Maria”, com direção geral de Fernanda Chamma. A atriz já integrou o elenco de “Cadê a Criança que Tava Aqui?” e “O Garoto Honesto”, ambas da Berro Produções. Além dos palcos, Erin também é idealizadora do projeto Artistinha Solidário, uma campanha de voluntariado educativo, no qual atores mirins apoiam o sonho de outras crianças de se tornarem artistas.


Batemos um papo com a atriz que nos contou sobre essa experiência. Confiram!


1) Erin, conte pra gente um pouco da sua trajetória: como você se interessou pelas artes e pelo Teatro musical?

Comecei a estudar teatro musical em 2018 graças ao sapateado. Sempre gostei dessa modalidade de dança e era meu sonho aprender a dançar com aqueles sapatos barulhentos. Quando eu descobri que tinha um curso de canto, jazz, interpretação e SAPATEADO (vulgo teatro musical) eu surtei. Nem vi as outras opções e já escolhi de cara. Assim eu entrei no Estúdio Broadway. Foi quando um mundo totalmente novo e incrível se abriu.


2) Conte um pouco de como foi sua preparação e sobre o processo de ensaios de “13, O Musical”.

Quando soube que passei para "13 O Musical", logo comecei a me preparar. Já fazia aulas regulares de dança, canto, canto erudito e interpretação, mas sabia que era um papel desafiador. Além de várias pesquisas para tentar entender a personagem, muitas aulas extra de canto foram planejadas. Treinei muito para começar os ensaios já com uma ideia das minhas linhas vocais. Sabia que seria difícil colocá-las em prática e realmente foi.


3) Diferente de “Escola do Rock”, onde o elenco mirim apenas uma parte do musical, em “13, O Musical”, os adolescentes tem todo destaque da produção. Como você tem encarado esse desafio?

Tem sido uma experiência muito diferente e divertida ao mesmo tempo. Me senti muito acolhida sabendo que todos nós somos jovens, que ainda temos muito o que aprender. Ainda assim, a troca de ensinamentos é incrível, nós ajudamos uns aos outros e, aos poucos, viramos uma grande família.


4) Você está vivendo o papel que deu visibilidade para Ariana Grande na Broadway. Conte um pouco mais da sua personagem Charlotte. Em que você se identifica com ela?

A Charlotte faz parte do grupo de cheerleaders da escola, ela é popular, muito fofoqueira e comunicativa. Esse último ponto é aquele com que eu mais me identifico, adoro conversar com as pessoas, além de gostar de uma boa fofoca. E também faço parto do grupo de cheerleaders da minha escola.


5) Você integra o elenco de um musical que marcou a história da Broadway e tem conquistado muitos fãs e além disso, está sendo produzido como filme para a Netflix. Para você, o que torna esse um musical tão especial?

Pelo fato do elenco ser inteiramente de adolescentes, já faz com que o espetáculo seja muito especial. Além disso, acredito que a história tem realmente muito a ver com a vida de todos os adolescentes. Todo que vão ao espetáculo se lembram de como foi, ou como está sendo, essa fase cheia de sentimentos da vida. É musical sobre vida real.


6) Gostaríamos de saber um pouco mais do projeto Artistitinha Solidário. De onde surgiu essa ideia?

O Artistinha Solidário nasceu quando eu decidi arrecadar sapatilhas de balé com algumas amigas e doá-las para uma ONG e ajudar para montar turmas de balé online. Sempre me perguntei por qual razão as crianças que vivem em comunidade raramente têm acesso a aulas de jazz, sapateado ou balé. Assim, decidi fazer a diferença. Começamos com uma turma online e hoje são várias turmas presenciais. Claro que não conseguiria sozinha, hoje somos mais de 50 famílias no projeto, todas decididas a fazer um mundo melhor.


7) Por que as pessoas tem que vir conferir “13, O Musical”?

"13 O Musical" é inesquecível, tanto para quem está fazendo, mas principalmente para quem está assistindo. É musical para adolescentes e adultos que mostra que ninguém está sozinho! Todos se sentem confusos sobre seus sentimentos, mas o espetáculo mostra o jeito certo, ou não tão certo assim, de lidar com eles. Venham! O elenco Indiana (o meu) e o elenco Manhattan esperam por vocês!


Serviço:

“13 – O Musical”

Até dia 29 de maio

Sábados, às 15h e 19h; e domingos, às 17h

Teatro Liberdade - Rua São Joaquim nº129 - Liberdade, São Paulo/SP

Classificação etária: Livre

Ingressos: https://www.sympla.com.br/


Bilheteria física (sem taxa de conveniência):

Atendimento Presencial: A bilheteria física, localizada na Rua São Joaquim nº129 - Liberdade – São Paulo, funciona de terça à sábado das 13h00 às 19h00. Domingos e feriados das 13h00 às 16h00. Em dias de espetáculos a bilheteria permanece aberta até o início da apresentação.