LOGO_Backstage_Musical_NOVO2020_Crachá.

Dennis Pinheiro faz parte do elenco de Pixar in Concert


O ator Dennis Pinheiro é um dos nomes do elenco de “Pixar in Concert”, um espetáculo da Disney que une a Orquestra Villa Lobos e Orquestra Sinfônica Brasileira sincronizado com trechos de longas famosos da Disney-Pixar como "Toy Story", "Monsters INC.", "Procurando Nemo", "Os Incríveis", "Cars", "Ratattouille", "Wall-E", "Up-Altas Aventuras" e "Viva - A Vida é uma Festa".

O espetáculo reúne a apresentação ao vivo da orquestra executando trilhas originais dos filmes, sincronizadas com as imagens em uma super tela, com efeitos especiais, cantores convidados e uma grande surpresa. E esta pela primeira vez no Brasil, com cantores no palco, interpretando as músicas originais, em português. Com exibições em São Paulo, no Teatro Alfa, entre os dias 9 e 17 de julho, e no Rio de Janeiro, na Cidade das Artes, entre 21 e 31 de julho.


Dennis faz parte do time de solistas do musical, e cantará “If I Didn’t Have You”, ou Nada Seria, do filme Monstros S.A, além de fazer o dueto de “Poco Loco”, de “Viva – A vida é uma festa”. O ator também apresentará curiosidades do universo cinematográfico e das trilhas sonoras da Pixar.


Sou um grande fã dos filmes desde “Toy Story”, que vi ainda criança. Acho que assisti todos, amo “Monstros S.A” e “Vida de Inseto”, e poder cantar as músicas em um palco, no espetáculo oficial, é um sonho se tornando realidade. – acrescenta.


Essa é a primeira edição do Pixar in Concert no Brasil, o que podemos esperar dela?

Podemos esperar o mesmo que dos filmes: muita emoção e risadas. A Disney/Pixar mantém o compromisso com a qualidade em qualquer produto, e no concerto não seria diferente. Uma orquestra maravilhosa tocando ao vivo trilhas e músicas dos maiores clássicos que a Pixar lançou


O que os filmes da Pixar representam para você? Você tem alguma experiência marcante com algum deles?

O primeiro filme de animação que eu assisti foi “Vida de Inseto”. Eu sou muito fã de todos os filmes da Pixar, principalmente o “Viva - A Vida é uma Festa”. Por falar de memória e uma pessoa com Alzheimer, esse filme mexe muito comigo, pois tenho uma avó na mesma situação, e quando eu vi o filme pela primeira vez, minha avó estava do meu lado, na cadeira de rodas dela. Chorei tanto que chegava a soluçar.


Como foi o processo de ensaios?

Os ensaios foram muito rápidos. Ensaiamos 4 dias só. Recebemos o roteiro e já chegamos com tudo quase pronto. A Bia Lucci e o Thiago Gimenez só fizeram o processo de refinamento. Então, pela falta de tempo, a equipe optou por escolher um elenco com uma certa experiência já.


Depois de dois espetáculos com um teor mais adulto, que foram Sweeney Todd e Cabaret dos Bichos, como está sendo agora poder fazer um trabalho para a família toda?

Muito diferente. A plateia é outra. Ouvir as gargalhadas das crianças em vários momentos e os pais se emocionando com lembranças da infância não tem preço. É um trabalho com energia muito leve. Quando eu canto a música de Monstros SA com o João Felipe Saldanha, recebemos uma energia muito boa, o oposto de quando eu interpreto o tirano do Napoleão.


Tem algum musical Disney/Pixar que você ainda sonha em fazer?

Sim, vários. Não existe um personagem específico que eu sonhe, mas existem peças que eu gostaria de fazer, não importa o que. Um exemplo é o Rei Leão e Frozen. Quem sabe um dia… (risos).


Por que todos devem assistir Pixar in Concert?

TODOS TÊM que assistir porque é uma experiência única. A magia Disney é algo surreal e ela está muito presente nesse in concert. É um elenco muito afinado e uma orquestra maravilhosa, e como são poucas apresentações tanto em São Paulo como no Rio, tem que correr logo pra garantir ingresso.