LOGO_Backstage_Musical_NOVO2020_Crachá.

Com a pademia, produtora mineira Cyntilante se reinventa pelo teatro remoto



Que a Pandemia do novo coronavírus apresentou um momento delicado para os artistas e produtores e toda indústria do entretenimento isso, infelizmente, não é novidade. Muitas temporadas suspensas, projetos parados e centros culturais fechados já há mais de seis meses. Todo esse contexto levou que artistas se reinventassem e assim, continuassem tocando projetos e e levando sua arte por caminhos que ainda não eram tão explorados.


A companhia mineira Cyntilante Produções, além disponibilizar alguns de seus musicais no ambiente virtual, achou uma forma criativa - e ao mesmo tempo muito segura- de continuar realizando seus espetáculos musicais no ambiente virtual: Através do Projeto Diversão em Cena os atores contracenam uns com os outros num chroma key e permanecem distancialmente separados; com a mágica da edição, o público de casa consegue visualizar todo elenco juntinho.


Os espetáculos são realizados ao vivo e tem conquistado o público e assim nasceu o [B] Teatro Remoto [/B] realidade para companhia desde os primeiros meses da pandemia. O Backstage Musical conversou com Fernando Bustamente e Cynthia DIas, responsáveis pela Cyntilante Produções sobre os desafios da produção teatral nesses tempos. Confira:


Fernando e Cynthia, vocês poderiam contar um pouco sobre a trajetória artística de vocês e sobre como surgiu a Cyntilante Produções?

A Cyntilante Produções é uma companhia de Belo Horizonte, fundada em 2005 com o objetivo de difundir a cultura através do estudo, pesquisa, produção, agenciamento, exposição e montagem de espetáculos musicais, apostando na diversidade, através de um repertório com 26 espetáculos para todos os tipos de público, a maioria deles premiados e dedicados a crianças e jovens, que vão de clássicos como “Rainha da Neve” e “A Pequena Sereia” até as montagens autorais como “Lampiãozinho e Maria Bonitinha”, “A princesa Frida” e “O que você vai ser quando crescer?”

Os componentes da companhia tornaram-se referência artística em Minas Gerais. Uma nova geração de artistas dedicados ao teatro musical. As atividades realizadas pela Cyntilante não se limitam à montagem de espetáculos. O grupo constantemente busca contribuir para a difusão do teatro musical e a formação de novos artistas. Destacamos a Escola de Formação em Teatro Musical (CAMA) em funcionamento desde 2011.


Dentre esse contexto de pandemia, como foi para vocês esse processo de se reinventar enquanto produtores e artistas? Quais as iniciativas que vocês criaram para continuar ofertando entretenimento para as pessoas durante esse tempo?

Imediatamente após o início da pandemia, tivemos um processo colaborativo com os artistas, planejando diversas ações e migrarmos para a plataforma digital. Ainda no mês de Março fizemos nossa primeira LIVE, criamos uma loja virtual com todos os espetáculos do repertório disponíveis para venda online e fizemos também as vídeo-mensagens para datas especiais. O fato de promover essas ações logo no início da quarentena nos rendeu uma receptividade incrível da imprensa com divulgação em mídia espontânea, diante do pioneirismo e da criatividade, e também nos possibilitou desenvolver uma linguagem própria e autoral, que chamamos de Teatro Remoto e, posteriormente, permitiu também a criação de um programa na Web para crianças (Hora da Diversão)


Vocês adaptaram o projeto que tem em parceria com ArcelorMittal, “Diversão em Cena”, para essa nova realidade de distanciamento social. Conte pra gente em que consiste esse redesenho do projeto.

A Cyntilante Produções tem o patrocínio da ArcelorMittal desde 2010. Para uma companhia de teatro é muito importante ter um parceiro que possibilita além da circulação de repertório, a investigação e experimentação artística. Com a pandemia, diversas cidades nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo Bahia e Espírito Santo que participam do Diversão em Cena deixaram de receber as nossas apresentações presenciais. O projeto passou a se apresentar em formato de LIVE e tivemos que nos adaptar. Tivemos uma abertura incrível da empresa para experimentar um formato inédito de apresentação, diante do desafio de manter o distanciamento social entre os artistas e manter o máximo possível do formato original do espetáculo. Assim nasceu o "Teatro Remoto".

São inúmeros os formatos de apresentações em formato digital surgidos durante a pandemia da COVID-19. O conceito de “Teatro Remoto” está sendo experimentado desde o início do mês de Abril de 2020, através das LIVEs dos espetáculos da Cyntilante Produções. Embora não seja a única alternativa de apresentar espetáculos nas plataformas digitais, o “Teatro Remoto” torna-se relevante a partir do momento em que permite manter o formato digital o mais próximo do formato original das encenações presenciais, garantindo a qualidade cênica, mesmo os atores estando em lugares diferentes durante a transmissão e contracenando remotamente.

Inspirado nos cenários virtuais utilizados no cinema, através do recurso de Chroma Key, o Teatro Remoto é uma possibilidade concreta de retomar as apresentações presenciais para o público, garantindo total segurança também para os artistas, já que é realizado com distanciamento social.


Saiba como funciona o Teatro Remoto da Cyntilante Produções. Crédito @agendaredeminas


Quais os desafios de dirigir e produzir uma peça musical onde toda interação dos atores se dá na edição e pós produção. Como tem sido o trabalho com os atores?

O mais incrível no Teatro Remoto é que não existe pós produção. A interação dos efeitos e cenários virtuais através do recurso de Chroma Key é feita ao vivo durante a LIVE e os atores interagem com todos esses elementos em tempo real. Como diretor, o desafio é pensar em cenários e efeitos visuais que sejam impactantes, mas que ajudem os atores na percepção dessa linguagem, que mistura teatro e cinema. Fico impressionado com a escuta e percepção dos atores da Cyntilante. São apenas dois ensaios para absorver todos esses elementos e adaptar tudo que era no palco para o Teatro Remoto. Eles precisam entender a dinâmica da triangulação com a câmera, o monitor (que é a referência do que o público de casa está assistindo) e a dramaturgia. É muito complexo.


Como tem sido a resposta do público frente a todas essas iniciativas da Cyntilante Produções ao longo da pandemia? Qual o papel dos produtores culturais e artistas frente a necessidade de tornar o isolamento social menos entediante?

O público fica muito curioso para saber como tudo isso é feito. Quando os teatros puderem reabrir para o público, temos a intenção de apresentar as LIVEs abertas ao público presencial, para que eles possam ver a dinâmica e bastidores do "Teatro Remoto". Até porque o distanciamento social continuará por um bom tempo, mesmo com as casas de espetáculos em funcionamento. Acho muito importante os empresários e produtores terem a consciência que não é só o público que precisa estar protegido e distanciado. Os protocolos devem ser seguidos também para os artistas e técnicos.


O que vocês esperam para a retomada do Teatro nos próximos meses? Estão otimistas? Como acha que o público vai responder?

Essa pandemia é uma Montanha Russa. Cada dia temos uma notícia nova. No início tínhamos a expectativa de voltar em Julho, depois passou para Setembro. Agora, os otimistas dizem que voltaremos em Janeiro. O mais importante nesse momento é garantir a segurança de todos. Nosso público são crianças. Isso significa que o cuidado será redobrado e ainda não sabemos como será aceitação do público após a reabertura. Uns dizem que só voltaremos ao normal quando sair a vacina. Enquanto isso, a informação que nós temos hoje é que o programa Diversão em Cena Online deve continuar nos meses de Novembro, Dezembro e Janeiro. O público e os artistas agradecem.


SERVIÇO

Acompanhe as novidades da Cyntilante Produções se inscrevendo no canal Diversão em Cena.

Novos programas e LIVEs aos Domingos.

Backstage Musical © 2017 - Todos os direitos reservados.