LOGO_Backstage_Musical_NOVO2020_Crachá.

Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello falam sobre a expectativa de retomada aos palcos


Crédito: Flavia Canavarro


A temporada dos musicais na capital paulista está de volta a todo vapor e, nessa sexta-feira, dia 01 de Outubro o Teatro Procópio Ferreira recebe mais uma vez Cláudia Raia e Jarbas Homem de Mello estrelando um musical que promete conquistar o público.


Em Conserto para Dois, o casal conta a história da diva do cinema Luna de Palma (Claudia) que está a bordo do paradisíaco Sinfonia dos Mares junto de Angelo Rinaldi (Jarbas), um célebre escritor best-seller. No entanto, entre os demais tripulantes do cruzeiro estão outros 10 personagens também interpretados pelo casal de atores: Isso mesmo, os atores se revezam entre 12 personagens muito distintos, garantindo boas risadas e momentos surpreendentes para o público.


O musical é uma comédia autoral: o roteiro é assinado por Anna Toledo (Vingança, O Musical) e músicas inéditas de Tony Lucchesi e Thiago Gimenes. Conserto para Dois conta ainda com a participação especial do pianista Guilherme Terra. Para celebrar a nova investida da Raia Produções, a atriz já confirma que em breve serão lançadas as músicas do espetáculo dentro das plataformas digitais!


O Backstage Musical conversou com Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello que compartilharam com a gente a alegria de retornar aos palcos e alguns segredos dos bastidores. Confira a entrevista na íntegra:


Como está sendo revisitar o espetáculo após 18 meses sem ensaio e ou palco? Foi difícil se reencontrar com cada uma dessas personagens? O que de novo vocês agregaram no espetáculo?

Claudia: Não está sendo fácil (risos). Já entramos no palco na hora do ensaio caracterizados como um personagem e fazendo a voz de outro. Rende momentos hilários. Mas é uma delícia. Primeiro volta a este espetáculo, que é leve, divertido, para cima. Segundo porque é um espetáculo 100% nacional, no qual trabalhamos por dois anos para colocar ele de pé. Terceiro porque não vemos a hora de reencontrar o público, estamos morrendo de saudade!


Jarbas: E ninguém precisa ter receio de vir ao teatro. Estamos respeitando todos os protocolos de segurança. Não esqueça também de levar sua carteirinha de vacinação para poder entrar no teatro. Vamos todos nos divertir em segurança! E falando dos ensaios, desse reencontro com todos esses personagens, aconteceu uma coisa muito engraçada: a gente não lembrava as coreografias (risos). Ficamos pedindo vídeos para Mariana Nogueira, nossa diretora residente, para a gente olhar e relembrar os passos. Realmente, organizar todos esses personagens, sincronizá-los, fazerem vir à tona apenas quando eles deveriam vir foi um desafio enorme nos ensaios. Mas está valendo a pena. Estamos preparando tudo com muito carinho para o público!


Como estão as expectativas para o retorno aos palcos?

Jarbas: As melhores possíveis. Não vejo a hora de estar no palco, com o público diante da gente. Vai ser incrível esse reencontro, tenho certeza.


Claudia: A gente não está preparado e nem acostumado a ficar tanto tempo longe do palco. Especialmente sem saber quando iria voltar. Porque a ideia era fazer uma turnê e fixar residência em São Paulo no ano passado, logo depois que a gente voltasse da turnê em Portugal. Mas aí a pandemia veio, tivemos que sair correndo de Portugal para não ficarmos presos por lá e "Conserto para Dois, O Musical" está vendo os palcos só agora, um ano e meio depois do esperado.


"Conserto a Dois" tem uma particularidade interessante: Apenas duas pessoas no elenco se revezando em múltiplos papéis. Como foi o processo de construção de tantas figuras tão diferentes entre si?

Jarbas: É um processo intenso, denso. Uso o verbo no presente porque a cada apresentação é um exercício para nós estar no personagem certo, na hora certa, fazendo as trocas de roupa com a agilidade que precisamos fazer... Porque não é só que a gente mude de figurino. Mudamos o figurino, a postura, a voz, os trejeitos. Minha mãe quando foi assistir não sabia que eu era a Socorro e falou: "Essa mulher podia sair daí, quero ver o meu filho" (risos). É muito engraçado porque para quem assiste é confuso mesmo. Na verdade, é mágico, porque é quase uma ilusão de ótica dar vida a todos esses personagens, às vezes simular mais de um deles em cena. E para construção de cada um deles, usamos as pessoas que estão ao nosso redor, o que vemos nos outros. Somos muito observadores porque a matéria-prima do ator é o ser humano. Tudo inspira a gente. E na hora de criar os personagens, formamos um quebra-cabeça de todas essas partes que estão soltas dentro de nós. De repente, elas viram uma coisa só. Aí nasce um personagem. O desafio é que em "Conserto para Dois, O Musical", a gente faz isso várias vezes, e não é só construir: é construir, descontruir e reconstruir, porque interpretamos vários personagens em um mesmo musical.


E de onde veio a ideia de "Conserto a Dois”?

Claudia: Nós queríamos uma comédia 100% brasileira, que fosse uma espécie de "Irma Vap" musical. Convidamos a Anna Toledo para escrever esse texto. Foram dois anos até ele ficar pronto, redondinho, do jeito que a gente imaginava. Em "Conserto para Dois, O Musical", não só o texto é inédito, as músicas também são, feitas especialmente para o espetáculo, em um trabalho muito competente do Tonny Lucchesi e do Tiago Gimenes. Anna, Tonny e Tiago fizeram um trabalho impecável. A ideia é que fosse uma coisa pequena, mas aí não tem como. Na verdade, de pequeno só elenco mesmo. O resto é enorme (risos). Não adianta amor, não sei fazer coisa pequenininha (risos). Então, temos uma estrutura grande que permite que tudo flua e a mágica aconteça. Começando pelo cenário, que é nossa caixinha de surpresas. Ele vai se abrindo e revelando todas as partes do cenário necessárias para contar a história dentro de um navio transatlântico. Temos ainda uma equipe de 2 camareiras, 1 peruqueiro, 1 contrarregra, 4 maquinistas, 2 canhoneiro, 1 operado de som e 1 operador de luz que são fundamentais para que tudo saia conforme o planejado. É um fortíssimo trabalho de equipe.


Com tantos personagens é inevitável que os bastidores sejam marcados pela correria e trocas de figurinos muito rápidas. Compartilhem com a gente esses segredos de bastidores. Qual a troca mais rápida?

Jarbas: Demos um trabalho para Bruno Oliveira, nosso figurinista (risos). Ele fez roupas que fossem não só fáceis de a gente trocar (porque tem trocas que acontecem em até 5 segundos), como também transformassem o nosso corpo. Por exemplo, os vestidos de Dona Socorro são cheios de enchimento. Eles são feitos assim.


Claudia: Eu não posso pintar as unhas de nada muito escuro ou extravagante porque minha unha será do Nestor, da Luna, da Lena, da terapeuta, da camareira (risos). Maquiagem é outra coisa: acaba tendo que ser mais básica porque não tem tempo entre uma troca e outra para diminuir ou aumentar a maquiagem. São poucos os penteados, mas muitas as perucas, tem o turbante, que é a marca registrada da Luna. É muito curioso como tudo acontece.


"Conserto a Dois" começou como uma turnê pelas capitais e chegou até se apresentar em Portugal. Uma nova turnê está nos planos após a temporada paulista?

Jarbas: Sim, está nos nossos planos. Queremos muito rodar o país novamente. Esse espetáculo foi pensando justamente para turnês. Por isso, a ideia era fazer algo menor, mais compacto, com uma equipe reduzida, um cenário que fosse adaptável. Então está sim nos nossos planos voltar a rodar o Brasil assim que possível!


Por que a pessoas devem assistir "Conserto a Dois" ?

Claudia: Porque a gente está mais do nunca precisando se divertir, precisando rir, cantar... E tudo isso o público vai encontrar a bordo com Sinfonia dos Mares. É uma viagem divertidíssima com um grande elenco: eu, Jarbas e 12 personagens (risos).


Jarbas: Podem vir tranquilos porque estamos seguindo todos os protocolos para que todos estejam em segurança. Venham ao Teatro Procópio Ferreira, a partir de 1º de outubro para rirem, se divertirem, se apaixonarem e embarcarem nessa jornada mágica junto com a gente. Esperamos vocês!  


SERVIÇO

Conserto Para Dois

Em cartaz no Teatro Procópio Ferreira (Rua Augusta, 2.823 – Cerqueira César)

Sessões Sextas-feiras e Sábados às 21h

Domingo às 19h

Duração: 100 minutos

Classificação: 10 anos

Rua Augusta, 2.823 – Cerqueira César | São Paulo


Venda de Ingressos na Bilheteria do Teatro ou pelo Sympla


ATENÇÃO: Será exigido comprovante de vacinação da COVID-19 na portaria do Teatro!


FICHA TÉCNICA 

Texto: Anna Toledo

Músicas: Thiago Gimenes, Tony Lucchesi e Anna Toledo

Direção: Jarbas Homem de Mello

Codireção e Coreografias: Kátia Barros

Diretor Musical: Tony Lucchesi

Design de Som: Tocko Michelazzo

Design de Luz: Jarbas Homem de Mello e Jackis  Roberto

Cenário: Natália Lana

Figurinos: Bruno Oliveira

Visagismo: Dicko Lorenzo

Elenco: Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello

Participação Especial: Guilherme Terra

Diretor Musical Assistente, Arranjos e Piano: Guilherme Terra

Diretor Residente: Mariana Nogueira

Fotos de estúdio: Gabriela Schmidt

Realização: Raia Produções, Ministério da Cidadania e Governo Federal do Brasil

Assessoria de imprensa: Mattoni Comunicação