BAIANIDADE ELÉTRICA NO RIO!

11/2/2020

 

 

“NOVOS BAIANOS” é um musical elétrico no melhor significado da palavra. Elétrico com suas músicas que não nos deixam parados, elétrico pelo elenco maravilhoso, que a gente fica se perguntando como o diretor Otávio Muller conseguiu domar tamanha explosão em cima do espaço cênico. O resultado? Um enorme baile de carnaval que homenageia de forma perfeita o grupo que marcou a história da música brasileira, surgindo lá no anos 70.

 

Com roteiro de Lucio Mauro Filho, e com um elenco grandioso que segura muito bem a onda até o final do espetáculo (e haja fôlego!), “Novos Baianos”  celebra os autores do icônico disco “Acabou Chorare”, tranformando o palco do Teatro Riachuelo no Rio, em uma grande apoteose carnavalesca. Com ritmo frenético, e uma música emendada em outra sem nunca parecer cansativo, vemos  as aventuras reais surgindo de forma ora lúdica, ora real diante dos nossos olhos,  pegando de surpresa até o mais chato dos espectadores.

 

A produção ousa em diversos momentos, como quando uma grande parte do público é chamada ao palco para um enorme baile de carnaval, participando, interagindo, dançando, e até mesmo lutando contra o “sistema”. Além disso, uma enorme onda do mar ganha a plateia, mostrando novas águas, novos rumos, e batizando o sucesso do grupo formado por Moraes Moreira, Baby do Brazil, Pepeu Gomes, Luiz Galvão, Paulinho Boca de Cantor e Dadi  Carvalho. No palco, o elenco Barbara Ferr, Beiço, Clara Buarque, Felipe El, Filipe Pascual, Gustavo Pereira, João Moreira, João Vitor Nascimento, Julia Mestre, Mariana Jascalevich, Miguel Freitas e Ravel Andrade nos elevam com uma musicalidade ímpar, ritmo, desenvoltura e interação com o público digna dos Baianos originais. Com destaque para Barbara Ferr que faz de sua Baby uma cópia quase fiel, em meio ao carisma e inovações da atriz, que fica impossível não amar em cena. Sem contar os personagens vividos por fora por cada ator, como Chacrinha, que surge em cena de maneira bastante curiosa.

 

João Gilberto é homenageado de forma bastante emotiva pela produção, resgatando toda aquela tranqüilidade do músico que foi quem acreditou na banda. Gilberto (que faleceu em julho de 2019) aparece lá, em forma de voz, com sua paz, sua calma, deixando como sempre sua marca na música.

 

Divertido, dançante, surpreendente e até com certo tom de protesto, “Novos Baianos” é uma produção imperdível tanto para quem ama a banda que não parava de crescer, tanto para quem gosta de musicais, e acima de tudo, para quem quer ver um elenco surreal, divertindo e se divertindo em cena.

 

Novos Baianos

Domingo, 18h, 16h30 e 20h

Tipo de Evento: Musical

Classificação: 16 anos

Duração: 120 minutos

 

 

TEATRO RIACHUELO

Horário de funcionamento:

Terça à Sábado: 12h00 até 20h

Domingos e feriados: 12h até 19h

Rua do Passeio 38/40 – Centro, Rio de Janeiro

Quinta, Sexta e Sábado, 20h30

Please reload