#Entrevista Mateus Ribeiro

18/4/2018

Mateus Ribeiro é sem dúvida um dos enormes talentos do nosso teatro brasileiro. Com apenas 24 anos e com muitos musicais no currículo ("Meu Amigo Charlie Brown", "Cabaret", "O Mágico de Oz", "Crazy For You", "Rock in Rio - Lisboa", "Chacrinha, O Musical", "Mulheres a Beira de um Ataque de Nervos", "60! Doc Musical" e "2 Filhos de Francisco - O Musical" UFA!) , como Peter Pan ele vive seu primeiro protagonista, mas desde sempre foi um destaque no palco, não tem como não olhar pra ele!

Multitalentoso, ainda não descobrimos o que ele não consegue fazer rs. 
É com essa entrevista linda que queremos que vocês conheçam um pouco mais desse menino que com certeza só pode ter vindo da Terra do Nunca! 

 

Backstage Musical: Mateus, você é um ator multitalentoso, ao assistir Peter Pan, percebemos que você além de atuar, dançar e cantar, você também passa boa parte do tempo suspenso, dando piruetas no ar, saltando, voando e sapateando.... UFA! Como foi toda essa preparação?

Mateus: Foi uma doideira, pois como você falou é um espetáculo extremamente dinâmico, que exige um condicionamento muito grande. Primeiro me preparei fazendo aulas de ginástica olímpica e depois esse preparo foi acontecendo com os ensaios, que foi um período extremamente puxado. As pessoas não tem ideia do quanto cansa, e principalmente da dificuldade que é executar todas as coreografias com a cadeira de voo, que às vezes chega a machucar e limita os movimentos. O Alonso, coreógrafo, me colocou em todas as coreografias de grupo que dava pra eu participar, sem contar com os solos, momentos de voo e tal... Foi realmente um processo intenso. Entender como cantar voando, ou de cabeça pra baixo, como ter fôlego para executar as coreografias e muitas vezes cantar durante isso ou logo em seguida, como conseguir fazer todas as sessões com a mesma qualidade vocal e física. Então foi algo que fui entendendo com o tempo e levando esse preparo pro meu corpo.

 

Backstage Musical: Qual a sua preparação diária para o personagem? Quais cuidados você deve tomar para não se machucar, para não perder a voz.

Mateus: Eu brinco que eu praticamente virei um monge. Rs O espetáculo demanda muito fisicamente e vocalmente, então minha vida toda está voltada pra isso atualmente. Presto muita atenção na minha alimentação, durmo sempre oito horas por dia e uso meus dias de folga para descansar e ir na fisioterapia. Faço repouso vocal (pra quem não sabe, é ficar completamente mudo) todo dia após o espetáculo quando chego em casa e tento fazer repouso durante um dia da minha folga, pois canto e falo muito no espetáculo, e em uma região mais aguda que a minha. Faço também acompanhamento com fono e os exercícios são diários, além de às vezes fazer coaching vocal.

 

Backstage Musical: O Peter Pan era um sonho da sua carreira, o que mais te surpreendeu ao dar vida a esse personagem?

Mateus: Me surpreendeu o quanto o personagem e a história são mais ricos do que eu imaginava. Estudando e vendo as referências do escritor fui me encantando e descobrindo o quanto não conhecemos a fundo esse personagem. Me surpreendeu, artisticamente falando, a dificuldade do papel, pois assistindo aos vídeos, como tudo é muito mágico e bonito, parece extremamente fácil, porém na prática não é bem assim. Rs

 

Backstage Musical: Como é fazer um personagem tão icônico? O que você traz de novidade para esse personagem?

Mateus: É incrível e ao mesmo tempo uma responsabilidade grande, pois muitas pessoas são apaixonadas pela história e pelo personagem em si. Eu trouxe um peter um pouco mais cômico e ao mesmo tempo tentei deixar mais em evidência os defeitos dele, que é algo bem presente na história original. Não quis deixar raso e nem romantizar, como a Disney fez. Por mais que as crianças sejam inocentes elas não são bobas, são inteligentes, então o personagem também tinha que ser. Tentei mostrar um Peter que as pessoas não conheciam. Se conheciam até a página três, tento mostrar diariamente até a 10.

 

Backstage Musical: O Que o Mateus tem em comum com o Peter Pan?

Mateus: Eu sou meio ruim de memória com algumas coisas, e uma característica bem forte do Peter na história original é ser extremamente esquecido. Acho que somos meio parecidos nisso. Acredito que tenho uma energia que o personagem precisa também, apesar de muitas vezes fora de cena eu ser mais quieto. rs acho que essas são as maiores coisas em comum.

 

Backstage Musical: O que fez você se apaixonar por musicais? Porque, quando você está no palco, podemos perceber que o seu trabalho é feito com muito amor e dedicação.

Mateus: Que bom que isso é transmitido, fico muito feliz de ler isso. Eu realmente amo muito a arte e a considero sagrada. Pra mim, ela nos transporta para outra dimensão, fazendo a gente depois voltar pra nossa transformado e mexido de alguma forma. Eu amo o ser humano, eu amo tentar entender as pessoas, a psicologia por trás de cada uma, então poder dar vida a pessoas completamente diferentes de mim é algo que me empolga muito. Me apaixonei pela interpretação desde muito cedo, e aos 10 comecei a respirar teatro.. o teatro musical veio como uma surpresa. Fiquei fascinado pelo desafio e pela magia que pode ser um papel também se manifestar por meio da música, seja pela voz ou com o corpo.

 

Backstage Musical: Tem algum musical/personagem que você sonha em fazer?

Mateus: Eita, vários. Rs Os personagens de teatro musical em específico que eu mais amaria fazer atualmente seria o Moritz do Despertar da Primavera, Pippin, Evan do Dear Evan Hansen, Peter do Bare, Crutchie ou Jack Kelly do Newsies, Jamie do Everybody's Talking About Jamie..  amo também The Book Of Mórmon, Alladin, Sweeney Todd… Bom, são vários, mas esses são meus sonhos atuais. Rs

 

Nas fotos acima um pouco da carreira desse menino gigante de tantos talentos! Muito obrigada Mateus, somos seus fãs!  

 

 

 

Please reload