4 motivos para não perder Os Romântikos

13/6/2017

 

 

Baseado no musical off-Broadway "The Fantastiks" a adaptação "Os Romântikos" está em cartaz no Teatro Extra Itaim e sua última apresentação acontecerá no próximo domingo, dia 18.

Pensando nisso, preparamos uma lista com os 4 principais motivos para convencer vocês, que ainda não viram ou querem ver de novo, a não perder a última sessão.

 

1. A história envolvente
Os jovens Luísa e Matt são vizinhos e se apaixonam, seus pais fingem se odiar e constroem um muro entre as duas casas, para separar os dois, mas na verdade tudo não passa de um plano entre eles, que são amigos, para fazer com que seus filhos se casem.

O narrador e "El Gallo" vai apresentando os personagens e situações, de modo que a atenção do público vai ficando cada vez mais presa ao que acontece e todos ficam ansiosos para saber como as coisas vão se ajeitar. Será que o casal realmente está destinado a ser feliz juntos?

O musical estreou no circuito off- Broadway de Nova York em maio de 1960 e ficou em cartaz por impressionantes 42 anos consecutivos. No Brasil, já ficou em cartaz uma vez, em 1996, no Rio de Janeiro, tendo em seu elenco Kiara Sasso e Cláudio Botelho, como Luísa e Matt.

 

2. A simplicidade na construção da peça.
Sem grandes cenários ou figurinos extravagantes, a peça é bonita por ser simples e faz a plateia se sentir parte da história.

No palco, eles só precisam de duas cadeiras, um banco, um balanço e uma lua de papelão, para fazer com que sua imaginação transforme tudo num grande castelo, como na imaginação de Luísa. O que mais for preciso poderá ser encontrado dentro de um grande baú.

 

3. Judah Raposo e Marietta Pirágine
O elenco é formado por:

Diego Luri, El Gallo, que além de narrar a história, é o bandido contratado pelos pais de Luísa e Matt para fingir um sequestro.

Artur Volpi, o jovem e apaixonado Matt, que gosta de escrever poemas para sua amada.

Fábio Robba e Rafael Marão, os pais de Luísa e Matt, que juntos garantem boas risadas para o público.

Caio Blanco, Henry, um ator especializado em "morrer"que ajuda El Gallo a montar a cena do sequestro.

Todos são muito bons, mas quem rouba as cenas são Judah Raposo e Marietta Pirágine.

Judah faz o papel de um mudo, e mesmo sem falar, consegue ser um dos personagens mais engraçados e cativantes, apenas por suas expressões corporais e faciais. Está presente em vários momentos do casal e tem uma bolsa quase mágica, de onde sempre tira algo para ajudar a compor as cenas.

Marietta é Luísa, a jovem sonhadora de 16 anos, soprano e dona de uma voz linda e potente, encanta a todos com sua doçura na hora de cantar

E quem quiser ter o prazer de ouvi-la cantar, mais uma vez, pode assistir a um show no Teatro Gazeta, dia 21 de junho, em que ela vai cantar com outros atores de musicais, como Felipe Tavolaro, Ivan Parente Thiago Lemmos e muitos mais.

 

 

4. As canções 
Com certeza trazem toda a leveza da história e divertem a todos. As versões são diferentes da montagem de 1996.

Destaque para a música cantada por Diego Luri, na cena onde El Gallo e os pais do casal combinam o rapto de Luísa.

 

Serviço:
Os Romântickos (The Fantasticks)

Teatro Extra Itaim
Rua João Cachoeira, 899 – Itaim Bibi
São Paulo – SP
Ingressos: R$ 60 (inteira) R$ 30 (meia)
Classificação: Livre

Please reload