LOGO_Backstage_Musical_NOVO2020_Crachá.

Especial Tony Awards 2015: Fun Home e Finding Neverland


A ansiedade para o a maior premiação do teatro musical mundial só aumenta, e, enquanto não chega, vamos conhecer hoje outros dois musicais que compuseram a temporada da Broadway esse ano: Finding Neverland e Fun Home, dois espetáculos que tratam de relações familiares, cada um com sua beleza.

FUN HOME

De: Jeanine Tesori (música) e Lisa Kron (letra e texto), com direção de Sam Gold

Com: Beth Malone, Michael Cerveris, Judy Kuhn, Sydney Lucas, Emily Skeggs, Oscar Williams, Zell Morrow, Roberta Colindrez e Joel Perez.

Indicações: Melhor Musical, Melhor Libreto (Lisa Kron), Melhor Trilha/Score (Jeanine Tesori e Lisa Kron), Melhor Ator Protagonista de um Musical (Michael Cerveris), Melhor Atriz Protagonista de um Musical (Beth Malone), Melhor Atriz Coadjuvante em um Musical ( Judy Kuhn, Sydney Lucas e Emily Skeggs), Melhor Design de Cena (David Zinn), Melhor Design de Luz (Ben Stanton), Melhor Direção (Sam Gold) e Melhor Orquestração (John Clancy).

O musical, baseado em no best-seller "Fun Home - A Family Tragicomic", um livro de memórias da cartunista Alison Bechdel (interpretada por três atrizes, uma em cada idade da personagem, todas indicadas ao prêmio), onde retrata a infância da cartunista, e sua relação problemática com seu pai, Bruce Belchdel, por assumir ser lésbica desde jovem. A narrativa de “Fun Home” oscila entre fatos do passado a protagonista, mostrando como esses repercutiram no momento em que a história é contada.

“Fun Home”, ao lado de “An American in Paris”, lidera o ranking do musical com mais indicações: Foram 12 no total! A maneira como a história de Alison e sua família tem sido contada de um forma tão intimista e singular, conquistou a crítica: segundo o New York Times é impossível não se emocionar e chorar com a interpretação de Alison pela três atrizes. As projeções que compõem o cenário transportam a plateia pelas diferentes épocas no tempo, utilizando-se da estética das graphic novels para compor a passagem do tempo e dialogar com a profissão e talento da protagonista. O musical é certamente uma aposta de muitos para levar os prêmios.

FINDING NEVERLAND

De: Gary Barlow ( música e letras), Eliot Kennedy (letras) e James Graham (libreto).

Com: Matthew Morrison, Laura Michelle Kelly, Kelsey Grammer, Teal Wicks, Alex Dreier, Hyden Signoretti, Noah Hinsdale, Christopher Paul Richards, Sawyer Nunes, Jackson Demott Hill, Aidan Gemme, Carolee Carmello, Courtney Balan, Dana Costello, Rory Donovan, Jessica Vosk, Josh Lamon, Melane Moore, Mary Page Nance, Jonathan Ritter, Ron Todorowski, Chris Dwan, Emma Pfaeffle, Tyley Ross e Paul Slade Smith.

O musical, baseado no filme de 2004, 'Em Busca da Terra do Nunca', gira entorno do escritor J.M.Barrie, que após vários fracassos, busca inspiração para uma nova história, nesse momento, conhece a família Llewelyn Daves. Com sua aproximação das crianças, acaba criando seu maior sucesso, o Peter Pan. Protagonizado por Matthew Morrison. Como Barrie e Laura Michelle Kelly, como a viúva Sylvia Lleweln Daves, o musical caiu no gosto do público, que se emocionou a conhecer um pouco mais da história do grande escritor escocês.

“Finding Neverland” explora o poder da imaginação e a descoberta de novos mundos e possibilidades, o que tem cativado o público, porém não tanto a crítica: o musical, infelizmente, não teve nenhuma indicação ao prêmio. Apesar de não ter sido indicado ao Tony Awards, Finding Neverland é o favorito do público, segundo uma votação, ainda não finalizada, realizada pelo site Broadway.com , e é considerada o grande negligenciado da temporada.

Backstage Musical © 2017 - Todos os direitos reservados.