LOGO_Backstage_Musical_NOVO2020_Crachá.

Wicked: Do Livro Para O Musical


Wicked é o musical que todo fã de musicais precisa assistir, é sempre um dos preferidos de todos os amantes dessa arte, mas apesar da fama, o livro de Gregory Maguire, que deu origem ao musical não é tão conhecido assim. Por isso, decidimos apresentar um pouco do livro, as diferenças dele para o musical. Agora, para quem pretende ler o livro, é bom avisar que vários spoilers estão por vir.

Elphaba- A primeira diferença de podemos apontar são os princípios da personagem: no livro a Elphaba busca a todo custo fazer o bem, e por isso ela vai atrás do Mágico, já no musical a gente vê o contrario, em The Wizard and I ela deixa claro que ela vai começar a fazer o bem para poder trabalhar com o Mágico. Outro detalhe importante é que a garota não tem o menor talento para magia, as poucas coisas fora do normal que faz é usando a ciência. Ela não é tão julgada pela cor, e sozinha como aparenta ser no musical, ela está sempre com um grupo de amigos ou com sua família, até mesmo o pai aceita e ama a garota, independente da pele.

Boq – Diferente do que mostra no musical, ele não é homem de lata, e não teve nenhuma relação com

Nessarose. Vive um das únicas paixões que aparece no musical, que foi pelar Glinda, mas esse sentimento foi algo rápido, que logo passou. Ele aparece apenas em Shiz, no livro, sendo aos poucos esquecido, apenas no último capítulo ele aparece rapidamente, mas acaba não interferindo na história.

Nessarose- Sua deformidade é um tanto quanto diferente da deformidade do musical, no livro Nessa não tem braços, e, para poder se equilibrar, usa um par de sapatos dados pelo seu pai, e que foram enfeitiçados pela Glinda, sim, pela Glinda, não pela Elphaba como mostra no musical. Outra característica que se destaca é que Nessa é extremamente religiosa, e amada por todos que vivem com ela, é o centro das atenções.

Glinda- Não é mais importante, nem ganha mais destaque no livro que a Nessarose, o Boq ou qualquer outro amigo de Elphaba, aparece em apenas dois momentos do livro. Não gosta de ser chamada de Bruxa, nem mesmo de Bruxa Boa, no máximo feiticeira. Em Shiz mostrou uma certa vocação para magia. Casa-se bem jovem, com um homem rico, que não aparece no musical, e em nenhum momento teve algum relacionamento com Fiyero.

Fiyero – É o personagem mais diferente do livro, possui traços tribais, pele escura, príncipe de uma tribo, e um dos detalhes da sua vida que mais choca de inicio é que foi casado aos 7 anos de idade. Em shiz, é o garoto estranho da sala, tímido, e se veste de forma estranha. Anos depois se torna algo parecido com o Fiyero do musical, um jovem lindo e elegante. Morre na matade do livro, bem antes mesmo da Elphaba se tornar a “Bruxa Má do Oeste”. E como consequência disso, ele nunca foi transformado em Espantalho, apesar do musical não ter tido essa ideia do nada: em um determinado ponto do livro, Elphaba tem delírios, imaginando que o Espantalho é o Fiyero voltando para ela.

Mágico – Foi pouco explorado no livro, poucos os capítulos que de fato ele está presente, mas citado o tempo todo, como um ditador, imperador, corrupto. Aparece de fato apenas na ultima parte do livro, onde é descrito como no musical, e conta que vem de outro mundo, e foi para Oz em busca do Grimmerie, o livro de mágica que aparece no musical.

Doctor Dillamond- É o professor de Shiz mais influente, dedica suas pesquisas para salvar sua espécie, os Animais, que o governo do Mágico esta exterminando. Diferente do musical, ele não deixa Shiz, mas é morto, tendo como motivo mai provável os avanços de suas pesquisas.

Os Animais- Quando você ler Animal no livro, ou o nome de alguma espécie com letra maiúscula, não entenda como um simples animal, como os que estamos acostumados. Os Animais são Zebras, Elefantes, Bodes, entre outros “evoluídos”, que sabem falar, se vestir, andar com duas patas, resumindo, vivem como os seres humanos e entre eles. Um exemplo que aparece no musical é o Doctor Dillamond.

Liir- O personagem não aparece no musical, mas acho importante citá-lo. Liir, no primeiro momento em que parece no livro (anos após a morte de Fiyero), é descrito como um menino de aproximadamente dez anos, gordo, totalmente diferente de Fiyero e sem um traço verde na pele. A principio não se sabe muito de onde ele surgiu, mas com o tempo se revela que ele é provavelmente filho da Elphaba (nem ela tem certeza disso). O garoto acaba sendo o protagonista do segundo livro da série Wicked Years, The Son Of A Witch, ou em português, O Filho da Bruxa.

Wicked é divido em cinco partes, cada uma com um nome de um estado de Oz, que marcou a vida de Elphaba em um determinado momento. A primeira parte é a Munchkinlanders, que se passa no estado do leste, onde mostra o nascimento da Elphie e parte de sua infância. Depois o livro vai para Gillikin, o país do Norte, onde se localiza Shiz, nesse capitulo tem o enfoque dos estudos de Elphaba, mostra sua amizade com a Glinda, o Boq e outros estudantes.

O terceiro capítulo se chama City of Emeralds, anos após Elphie deixar Shiz mostra o envolvimento dela em um grupo que pouco se sabe sobre ele, apenas que eram contra o Mágico, e lutava pela causa dos Animais. Também mostra o reencontro de Elphaba com Fiyero, e o romance dos dois. “In the Vikus” mostra a chegada de Elphaba em Vikus, o país do Oeste, onde ela conhece Samira, a mulher de Fiyero, e começa a ser conhecida como a Bruxa do Oeste.

O último capítulo é o The Muder and Its Afterlife, o único que não se prende em nenhum local de Oz, começa com o tornado que leva Dorothy para Oz, e mostra os últimos momentos da Bruxa Má, quando ela reencontra seus amigos de Shiz, Boq, Glinda e Avirac. Ao final do livro, como já devem saber, a Elphaba de fato morre, diferente do musical.

Backstage Musical © 2017 - Todos os direitos reservados.