LOGO_Backstage_Musical_NOVO2020_Crachá.

Coletiva de imprensa “Jesus Cristo Super Star”


Hoje estivemos n a coletiva do musical “Jesus Cristo Super Star” e só podemos dizer que é SURPREENDENTE !

Para todos os amantes dos musicais, este musical que depois de 44 anos ainda é moderno e revolucionário, é parada obrigatória! Criticado por milhares, JCS mostra a história mais famosa do mundo de uma forma completamente diferente. Vá de coração aberto, seja qual for a sua religião ou crenças e seja surpreendido também. Afinal, é a historia de Jesus pelo olhar de Judas Scariotes, a clássica história narrada de maneira totalmente diferente de tudo o que você já viu. Com uma mistura de Jesus Cristo, Rock and Roll, figurinos brilhantes, vozes incríveis e muita ousadia o resultado que só vendo para crer.

O processo de montagem deste musical no Brasil começou em 2008, quando a T4F comprou os direitos e é a primeira montagem da T4F no Teatro do Complexo Ohtake Cultural. Sobre a polemica causada pela peça, o diretor Jorge Takla defende dizendo: “Sou cristão, católico, religioso praticante e esta peça não fere em nada a minha fé, pelo contrário reanima a minha fé e meu questionamento.” E disse ainda que “todo mundo tem direito de não gostar, mas nós temos o direito de nos expressar.” O musical cria uma energia jovem, uma liberdade, foge de uma simples narração bíblica, ganhando contornos de modernidade e humanidade, é um espetáculo atemporal e mostra-se mais atual do que nunca. “Jesus de Nazaré era antes de mais nada um revolucionário, que lutava contra a opressão. Ele não era somente um líder religioso. Líder, sim, mas muito humano…” afirma Takla.

Para a escolha do elenco, os testes dos atores foram enviados para Londres, para a aprovação dos criadores Andrew Lloyd Webber e Tim Rice. Igor Rickli, não há como negar, tem tudo para executar o papel com propriedade, pois além da semelhança que tem com “a ideia” que temos da imagem de Jesus, e a já comprovada boa atuação, ele tem domínio da voz para alcançar as notas nas canções rock and roll do musical. Igor contou que para compor o personagem ele conversou com muitas pessoas de diversas religiões para tentar fazer algo unânime, e o que todas as religiões afirmaram é que Jesus transmite, acima de tudo, uma mensagem de amor e que é nisso que ele se baseou para criar o seu Jesus Cristo. E que até agora ele sofreu abordagens tanto positivas quanto negativas sobre sua concepção do personagem. Alírio Neto que interpreta Judas, já interpretou Jesus na montagem do musical no México e disse que teve que mudar sua concepção vocal para dar o suporte que o personagem precisa, ele como cantor de formação lírica, tem a voz mais “leve”. Já Negra Li disse que descobriu que é meso soprano, que foi um dos maiores desafios de sua vida passar por todos os testes do musical e uma grande surpresa descobrir essas notas em sua voz.

Serviço: Teatro do Complexo Ohtake Cultural Rua dos Coropés, 88 – Pinheiros – SP Horários: quintas e sextas, às 21h; sábados, às 15h e 21h; domingos às 18h. Duração: 130 minutos (com intervalo de 15 minutos) Ingressos: de R$ 50,00 à R$ 230,00. À venda na bilheteria do teatro e na internet: http://www.ticketsforfun.com.br

Temporada de 14 de março à 08 de junho. Realização: Time For Fun e Takla Produções

Backstage Musical © 2017 - Todos os direitos reservados.