LOGO_Backstage_Musical_NOVO2020_Crachá.

Musical “Era Uma Vez... a turma do faz de conta" terá composições inéditas de Adriana Calcanhoto


Créditos: Leo Aversa


Com composições inéditas de Adriana Calcanhotto, “Era Uma Vez... a turma do faz de conta, o musical" estreia em 2021 e vai contar as histórias mais emblemáticas dos contos de fadas que encantam gerações. Para as músicas originais, o espetáculo também contará com compositores como Martinho da Vila e Paulinho Moska. 


Baseado na obra de Hans Christian Andersen e livremente inspirado no Enredo de Rosa Magalhães, o espetáculo é uma homenagem ao escritor dinamarquês, que ficou conhecido pelos mais de 150 contos de fadas que criou. As dificuldades na infância lhe deram a oportunidade de ter a percepção das barreiras sociais e da diferença entre as esferas socioeconômicas. Este conhecimento inspirou grande parte das narrativas infantis e adultas. Ele acreditava que a igualdade de direitos deveria reger o mundo e a relação entre as pessoas. Em reconhecimento à contribuição para a literatura na infância e na adolescência, em 2 de abril, data de nascimento de Hans, é celebrado o Dia Internacional do Livro Infanto-juvenil.


Um grande espetáculo musical, com 20 atores, cantores e bailarinos, que se revezarão em um total aproximado de 50 personagens, com 200 figurinos e mais de 20 cenários imersivos e tecnológicos, com efeitos especiais em 4D e projeções em 3D, técnicas de ilusionismo circense e experiências multissensoriais, unindo teatro, música, dança, cinema e literatura. Criado pela diretora artística Rosa Magalhães, com videografismo e efeitos especiais por Batman Zavareze, dupla responsável pela abertura do Pan Americano e o encerramento das Olimpíadas no Rio de Janeiro. Com texto e direção de Thereza Falcão, direção musical de Marcelo Alonso e músicas autorais compostas por Adriana Calcanhotto e Martinho da Vila (entre outros nomes da música popular brasileira), o espetáculo vai levar para toda a família o maravilhoso universo encantado de Andersen para o Teatro!


A adaptação para o teatro será feita pela dramaturga Thereza Falcão que também assinará a direção geral do espetáculo e focará o escritor Dinamarquês Hans Christian Andersen ao trazer para a cena a narrativa pelo olhar de seu conto “O Patinho Feio”. Outras personagens também estarão em cena, mas a história será contada pelo próprio Andersen, visto como alter ego do Patinho Feio. Os mundos de sonhos e da realidade estarão misturados na narrativa. Universos que, apesar da aparente distância, vibram juntos no nosso imaginário infantil. A criança continua em nós ao longo da vida, a criar mundos possíveis no sonho e em sua concretude. Como nas palavras de Andersen, precisamos de magia na vida: “Apenas viver não é suficiente, disse a borboleta, É preciso ter sol, liberdade e uma pequena flor.” Essa magia e encantamento, estará presente no texto e na encenação do espetáculo.


Rosa Magalhães é um nome importante na equipe. Ela será responsável pelo embelezamento, decoração e adornos. Tem como missão, levar ao público uma experiência visual, sensorial inesquecível e dessa forma, conduzir a todos para dentro do mundo do faz de conta, literalmente. Merece destaque também, a utilização apenas de material reciclado e biosustentável para a confecção das vestimentas, paisagem e adornos, já que terá a missão de promover uma experiência voltada para percepção e o despertar dos sentidos do público. Fará parte da ficha técnica, o renomado diretor de imagem Batman Zavareze que por meio da criação, edição e projeção de imagens, auxiliará Rosa Magalhães a proporcionar essa experiência aos presentes.


O projeto tem como proposta ainda, a realização de uma exposição em homenagem à Rosa Magalhães que completou em 2020 cinquenta anos de carreira. Farão parte dessa exposição: materiais utilizados para a concepção e realização das cenas, dos modelos de roupas, enfeites e ornamentação do espetáculo “Era Uma vez...”, além de uma seleção de materiais utilizados para a criação e realização de outros trabalhos de destaque da artista.


SOBRE A COMPOSITORA

Adriana da Cunha Calcanhotto é uma cantora, compositora, intérprete, instrumentista, produtora musical, arranjadora, escritora e ilustradora brasileira, além de atuar como professora e embaixadora da Universidade de Coimbra, em Portugal.


Calcanhotto ganhou o Grammy "Melhor Álbum Infantil Latino", pelo álbum Adriana Partimpim, uma seleção de canções para crianças, além dos prêmios “Faz Diferença” do jornal O Globo, e na categoria “Melhor Disco Infantil”, o Prêmio Tim.

Backstage Musical © 2017 - Todos os direitos reservados.