LOGO_Backstage_Musical_NOVO2020_Crachá.

“As Aventuras de Pauleco e Sandreca no Planeta Água” em BH


Em 2020, pouco antes do início da pandemia, o público pôde conhecer em São Paulo, a evolução da bem-sucedida carreira da Palavra Cantada que ultrapassou os limites de apresentação da dupla e ganhou um musical independente. Os já conhecidos personagens no YouTube, Pauleco e Sandreca, ganharam vida nas mãos de carismáticos bonecos criados pelo Grupo Giramundo.


O espetáculo “As Aventuras de Pauleco e Sandreca no Planeta Água” volta aos palcos em forma de um musical lúdico, divertido e educativo. Nele, os personagens percorrem lugares onde exploram e descobrem para o que serve a água, sua função na natureza e relevância da conservação das florestas e outras paisagens naturais, além de temas que tratam das ameaças ao meio ambiente e do aquecimento global.


Na montagem, os protagonistas Pauleco (inspirado em Paulo Tatit) e Sandreca (inspirada em Sandra Peres) estão sempre em busca do seu amigo Pingo (voz original de Fabio Brazza), e encontram outros companheiros como Maré (voz original de Fafá de Belém), Rejeito, Chica, Ralo, Trompet, Irmãos Xingú, a pinguim Greta e muito mais. O espetáculo tem músicas compostas pela Palavra Cantada – Sandra, Paulo e parceiros, além de Fabio Brazza, que compôs a canção do personagem Pingo.


O cenário é composto por vídeos, animações e objetos que também interagem com os bonecos, controlados por seis marionetistas. Ao todo, serão 11 canções que embalam as aventuras de Pauleco, Sandreca e sua trupe de amigos. Todas foram arranjadas, orquestradas e regidas por Ruriá Duprat para orquestra sinfônica.


 Os bonecos foram criados especialmente por Beatriz Apocalypse, do Grupo Giramundo, a partir de resíduos e materiais de descarte. Outra surpresa fica por conta da utilização da água como instrumento de percussão.


Para Sandra Peres: “A retomada da apresentação do musical é muito emocionante para nós. Ele marca um momento importante da trajetória da Palavra Cantada. Há alguns anos criamos os personagens Pauleco e Sandreca, conhecidos por meio dos clipes no YouTube. Agora, com o musical, eles ganham personalidades, ganham vida. É um universo de possibilidades que se abre para além dos nossos shows, que continuaremos a fazer. Com esses personagens nos palcos, no cinema de animação e em outras formas de expressão artística, poderemos levar a um público muito maior nossas músicas e nossos conteúdos, de forma criativa e acessível. Sobre o musical, é a realização de um antigo desejo. Eu e o Paulo tínhamos uma coleção de músicas em torno do tema água e ao mesmo tempo queríamos dar vida aos personagens. O extraordinário talento criativo e sensibilidade do Giramundo deram um relevo especial a esse desejo”.


Para Beatriz Apocalypse, do Grupo Giramundo, esse espetáculo se associa a uma data muito importante: “Para mim, o musical faz parte das comemorações dos 50 anos do Giramundo, que foi interrompido por dois anos. É um espetáculo de Bonecos criados com objetos descartáveis, brinquedos, eletrônicos, roupas, madeiras, visando uma maior conscientização de todos. Tudo pode ser imaginado, sonhado e transformado. Que venham mais 50 anos do Giramundo, mutante como a Água e encantador como a Palavra Cantada.”


O espetáculo é recomendado para crianças a partir dos 3 anos de idade.


Classificação: Livre.

Duração: 60 minutos

Data: 22/05/2022

Horário: 17h00 (abertura da casa); 18h00, início do espetáculo.

Local: Sesc Palladium – Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro – Belo Horizonte (MG).

Ingressos: Sympla


Direção geral: Sandra Peres 

Direção artística: Beatriz Apocalypse (Grupo Giramundo) e Sandra Peres (Palavra Cantada) 

Direção musical: Ruriá Duprat e Sandra Peres 

História e Roteiro: Fernando Salém 

Criação e realização: Palavra Cantada Produções Musicais