#DiretoDeLondres Wicked

13/2/2020

Esse com certeza é um musical que dispensa grandes apresentações. Um dos espetáculos mais bem sucedidos da história da Broadway, Wicked estreou no Apollo Victoria Theatre em 2006, onde permanece em cartaz até hoje.

A história segue a trajetória de Elphaba, a Bruxa Má do Oeste de O Mágico de Oz, acompanhando desde sua entrada na universidade, sua amizade com Glinda, a Boa, e como ela se tornou a grande vilã de Oz. Mostrando que talvez ela não fosse tão má como todos imaginavam. Resumindo, é um espetáculo encantador sobre preconceitos, aceitação e maniqueísmo.

 Como 90% das produções desse musical são réplicas, acaba sendo uma experiência bem parecida com a de ter assistido em São Paulo, na montagem de 2016, ou na Broadway. Com a diferença da montagem Londrina ser um pouco reduzida, como por exemplo, as asas do dragão que não se mexem, mas nada que vá de fato interferir muito na sua experiência.

O maior diferencial, então, acaba ficando por conta do elenco, apenas. O grande nome atual no elenco londrino acaba sendo Alistair Brammer, que você deve conhecer por sua incrível performance na gravação de 25 anos de Miss Saigon, onde interpreta Chris, e faz jus ao interpretar Fiyero, que mesmo sendo um tanto velho pro papel, acaba dando conta e deixando todos apaixonados. Não só ele, mas o elenco inteiro está incrível, provavelmente o melhor que eu já assisti, e por isso, é difícil de escolher nomes de destaque.

 Um detalhe interessante de assistir esse espetáculo em Londres, é que o teatro é todo decorado com o tema, e por isso, eu quero dizer, realmente TODO. Não apenas os figurinos que ficam em exposição, ou a lojinha super decorada, como na Broadway, mas além disso, o carpete, as paredes, os forros dos bancos são todos verdes, para você se sentir entrando na própria Cidade Esmeralda.

Uma curiosidade é que a produção Londrina, desde sua estreia, adota um logo um pouco diferente, uma versão mais 3D, realista e escura do logo clássico que estamos acostumados.

Wicked é aquele programa, pra quem vem pra Londres, perfeito para quem não quer se arriscar vendo algo mais novo ou inédito, é aquele musical garantido que todos vão gostar.

Please reload