8 motivos para assistir Chaves, Um Tibuto Musical

4/9/2019

 

Criada por Roberto Gomes Bolaños, "Chaves" é uma série mexicana que encantou e continua encantando várias gerações. Há mais de 45 anos em exibição no México, Chaves é um case de sucesso mundial, com transmissões na Itália, França, Coreia do Sul, Colômbia, Chile, Venezuela, Argentina, Peru, Panamá, Porto Rico e Estados Unidos. No Brasil, os episódios completam 35 anos no ar em agosto e são atualmente exibidos nos canais SBT e Multishow.

 

Não é novidade que os personagens da vila ganharam o carinho dos brasileiros e, pensando nisso, Adriana Del Claro resolveu transportar toda a magia de Chaves para os palcos. O Backstage Musical foi conferir e preparou uma lista com os OITO principais motivos para não perder esse espetáculo:

 

1. O Elenco

 

Sem sombra de dúvidas, o público irá se surpreender quando a cortina subir e o elenco entrar no palco! A semelhança com o elenco original da série mexicana impressiona e não deixa nada a desejar, podemos ver em cada ator os trejeitos dos personagens e perceber todo o cuidado e respeito com a obra. Destaque para o trio Chiquinha (Carol Costa), Quico (Diego Veloso) e Chaves (Mateus Ribeiro), que fazem o trabalho com perfeição, inclusive das vozes.

 

2. Os Palhaços do Céu

 

No começo da peça, são apresentados ao público novos personagens, os Palhaços do Céu. Responsáveis pela fila da imigração, eles precisam se certificar de que apenas os palhaços de verdade entrem no Céu dos Palhaços. Roberto Gomez Bolaños precisa provar sua essência de palhaço e é assim que toda a aventura começa. Tufo, Paçoquinha, Tatuzinho, Vladimir, Formiga, Dr. Zambreta, Patinete e Benjamim conquistam o público no decorrer da história.

 

O Palhaço Benjamin é uma homenagem a Benjamin de Oliveira, o primeiro palhaço negro do Brasil. 

 

3. A estrutura de um episódio

 

A impressão que o público tem é de estar sentado na frente da TV ou de ver um agravação ao vivo. A peça trás toda a estrutura de um episódio, mantendo as referências, piadas e arrancando boas risadas de todos.

 

 

 

4. O cenário e figurinos

 

Claro que não poderia faltar a famosa vila onde os personagens aprontam todas. Tudo está lá, o barril do Chaves, a parede onde o Quico chora, a escolinha... em determinado momento, o público pode até conhecer o interior da casa de Chiquinha e sr Madruga. Os figurinos assinados por Fábio Namatame são réplicas quase idênticas aos do seriado.

 

5. As músicas

 

Canções inéditas foram compostas para o musical e uma até inclui os nomes dos mais famosos palhaços da TV e do cinema, mas não podiam faltar também as músicas conhecidas pelos fãs da série, como "Jovem Ainda", "Que Bonita Vizinhança", além do dueto entre o Professor Girafales e Dona Florinda.

 

6. Os bordões

 

Chaves não é Chaves sem os famosos bordões dos personagens, não é mesmo? Durante as cenas vemos até mesmo a brux... quer dizer, a Dona Clotilde chamando seu querido cachorrinho Satanás.

 

 

 

7. O encontro de criador e criatura

 

Obviamente não queremos dar nenhum spoiler, pois todos devem conferir de perto a produção e se emocionar com a cena final, mas já adiantamos: preparem os lencinhos, pois as lágrimas serão inevitáveis.

 

8. A exposição

 

Ao chegar no teatro, o público se depara com uma exposição sobre Chespirito, criada com o objetivo de oferecer um panorama da vida e da obra de Roberto Gomez Bolaños, através de imagens, fotografias e objetos do acervo pessoal do criador do personagem mais icônico do México e da América Latina. A exposição ocupará o foyer do Teatro Opus e permanecerá aberta ao público durante toda a temporada.

 

 

Chaves - Um Tributo Musical

Teatro Opus

Shopping Villa-Lobos - Av. das Nações Unidas, 4777.

Sex., 21h.

Sáb., 16h e 20h.

Dom., 15h e 19h.

R$ 75 a R$ 120.

Please reload