Crazy Ex-Girlfriend: Referências da 4º Temporada

22/5/2019

 

Estamos todos órfãos da série musical mais querida, Crazy Ex Girlfriend. A 4ª temporada acabou, mas ela nos deixa, como sempre, cheia de referências a musicais. E enquanto ela não chega no Netflix, o Backstage Musical listou as principais referências, para já ter um gostinho do que nos espera. Confira:

 

Não há nada como começar essa lista com todas as cores e alegria de Anti-Depressants Are So Not A Big Deal. Caso ainda exista alguma dúvida de que a música é uma paródia clara de Another Day of Sun, de La La Land, a cena ainda conta com a participação de Reshma Gajjar, a garota de amarelo que abre La La Land cantando a primeira estrofe da música.

 

Como não amar essa versão de Cell Block Tango, só que dessa vez com histórias mais próximas da realidade, sem toda aquela maquiagem e glamour criado por Chicago? Bom, só posso dizer uma coisa: Rá Tá Tá!

 

E claro, outro momento que ficou marcado para os fãs de musicais foi esse maravilhoso episódio todo dedicado a Cats, em que cada momento, cada gato, servia como uma metáfora da vida amorosa de Rebecca. Pros mais fãs do espetáculo, é possível até identificar que personagem é cada gato, entre Bombalurina, Gus e muitos outros.

 

Recentemente transformado num musical da West End, e previsto pra estrear em agosto em Nova York, o musical Bat Out of Hell, com musicas eternizadas pela voz de Meat Loaf, foi a inspiração para I Hate Everything But You. Nessa versão, conhecemos um pouco mais da personalidade do Greg, de volta a série, só que agora interpretado por um novo rosto.

 

Nessa paródia de Kung Fu Fighting, Real Life Fighting Is Awkward, grandes filmes com cenas clássicas de luta são homenageados, e para os amantes dos musicais, não tem como não idênticar um momento West Side Story entre Greg e Josh.

 

Essa referencia não é exatamente de um musical, mas sim da estrutura em que eles normalmente são construídos. Como a própria Rebecca explica, os Eleven O'Clock são músicas que ocorrem próximas ao final do espetáculo, e que trazem, ou estão próximas a uma grande revelação para o protagonista. Como a Rebecca já havia mencionado em temporadas anteriores, ela vê sua própria vida como um musical, então nada mais justo de ter um solo Eleven o'clock próximo a concluir sua saga.

 

 

 

 

Please reload