Giulia Nadruz fala sobre o workshop Enfrentando Uma Audição

8/5/2019

 

A atriz e cantora Giulia Nadruz conversou com a gente sobre o workshop "Enfrentando Uma Audição", ao lado de outros grandes profissionais do teatro musical, como Igor Miranda, Rodolfo Schwenger, ela será uma das ministrantes das aulas. Outro grande ponto desse workshop serão os bate-papos com José Possi Neto, Floriano Nogueira, Bruna Guerin e Paulo Nogueira. Confira a entrevista:

 

Como surgiu a ideia de montar esse Workshop? Como se formou esse time que vai ministrar o curso?

Surgiu da minha grande amizade com Igor Miranda, da vontade de criar e fazer algo que acreditamos juntos! Igor além de grande artista já dá aulas há bastante tempo e eu tinha muita vontade de me aventurar nesse lugar. Idealizamos esse curso e de cara pensamos em chamar o Rodolfo e o Leandro que também são amigos muito queridos e extremamente talentosos.

 

Giulia, qual o principal diferencial desse Workshop?

Acredito que o nosso maior diferencial está em oferecer um curso de qualidade, mas de uma forma muito intimista. Formamos um grupo pequeno, pra que possamos dar uma atenção especial à cada um, dividir com eles nossas experiências, o que aprendemos com os anos de estudo e profissão. Vamos praticamente recebê -los em casa, estaremos bem próximos para ajudá-los a enxergar seus pontos forte e fracos e aprendermos juntos. 

 

O Workshop “Enfrentando a Audição” foi pensado para iniciantes ou para aqueles que já tem experiência prévia com audições?

Foi pensado para todos que querem ganhar experiência com audições e compreender melhor sobre o mercado do Teatro Musical! Teremos um grupo heterogêneo, onde vamos ajudar cada um à superar seus limites e dar o seu melhor.

 

Você começou sua carreira muito jovem: Compartilha com a gente um pouco das suas primeiras experiências com audições?

Já fiz muitas!! Rsrsrs fui aprendendo com a ajuda de professores e amigos mais experientes, errando e acertando sozinha também. 
É sempre uma situação de tensão, não importa quantas vezes você faça. Mas ajuda muito quando você se conhece melhor e sabe o que esperar. Nas minhas primeiras audições tremia que nem vara verde e não conseguia respirar direito pra cantar. Com a experiência fui aprendendo a dominar o nervosismo e dar o meu melhor sempre. 

 

Considerando o crescente número de produções de Teatro Musical nos últimos anos, qual a principal diferença das bancas de audições das primeiras audições que você fez para a forma como tem sido as audições atualmente.

Confesso que pra mim não mudou muita coisa, quando comecei há 10 anos atrás o mercado já estava em ascensão e a coisa funciona de forma bem similar. Acredito que a diferença está no fato de que cada vez mais as pessoas estão indo mais preparadas para as audições, os artistas estão cada vez mais completos. O que faz com que a banca fique mais exigente e as disputas mais acirradas.


O que os alunos podem esperar dessa experiência? Por que eles não devem perder essa oportunidade?

Acredito que sairão muito mais confiantes em si mesmos e no seu próprio trabalho. Se conhecerão melhor, sabendo seus pontos fracos e fortes , para que possam se aprofundar nos seus estudos daqui em diante. Saberão perfeitamente como acontece um processo seletivo de musicais, tudo o que devem ou não fazer, como funciona a cabeça das pessoas que estão do outro lado da banca. Será uma experiência única com profissionais incríveis da área, será uma grande troca e aprendizado para todos nós!

 

Por fim, qual o seu conselho pra quem está começando e deseja seguir carreira no Teatro Musical?

Estude! Rsrs Sempre. Esteja sempre pronto, se conheça muito bem. Quanto mais você investe em você mesmo, melhor artista você será e melhores serão suas chances de ser bem sucedido na profissão.

 

As vagas são limitadas e o workshop atenderá apenas 10 participantes, em 6 encontros, de 13 a 29 de maio. As aulas acontecem sempre das 13h às 18h, na Casa do Ator

Mais informações pelo e-mail enfrentandoumaaudição@gmail.com.

 

 

 

Please reload