#ENTREVISTA Naíma fala sobre seu novo disco "Poesia Insana"

24/7/2018

 Foto: Sergio Santoian

 

A atriz e cantora Naíma, que atualmente vive Hannah Chaplin em "Chaplin o Musical", lançou recentemente seu primeiro disco, intitulado Poesia Insana. Para o lançamento ela realizou um lindo show no Teatro Porto Seguro, que aconteceu no dia 12 de junho, e no dia 24 de julho ela volta a subir no palco para apresentar suas novas músicas, dessa vez no Bar Brahma, em São Paulo.

Confiram a entrevista que o Backstage Musical fez com ela:

 

Backstage Musical: Quando você começou sua carreira artística?

Naíma: Aos 17 anos. Fiquei em 3° lugar num concurso de karaokê em minha cidade natal, Gravataí/RS. Acabei entrando para a banda que acompanhava os participantes e menos de um mês depois fui convidada a ingressar numa banda de bailes de Porto Alegre.

 

Backstage Musical: Você está no mundo dos musicais há um tempo, como você chegou até ele e quais foram suas experiências desde então? Entre os seus trabalhos no teatro, teve algum que te marcou mais?

Naima: Uma amiga me indicou para fazer um teste para o musical Cazas de Cazuza, no fim do ano de 1999. Antes disso, havia ido uma única vez ao teatro, ainda em Porto Alegre. 

De lá pra cá, tive a honra de fazer muitos papéis incríveis em minha opinião. Citando os principais, Amneris de Aida; Cigana Ines, em Zorro O Musical; minha querida velhinha de Forever Young; Hannah Chaplin em Chaplin e a inesquecível Dilma do Fantasma da Máscara, infantil que me rendeu o Prêmio Zilka Sallaberry de Melhor Atriz, no RJ, em 2012; dentre outros igualmente especiais.

 

Backstage Musical: Você iniciou um projeto, há quase 2 anos, chamado "Reality Song", em que você publica todo dia um vídeo cantando alguma música. Como surgiu a ideia desse projeto?

Naíma: Dei vida ao Reality Song, 3 meses depois de perder meu pai, em 2016. Já tinha a ideia há algum tempo. Sabe quando os pais fotografam os filhos todos os dias ou meses e depois de anos fazem aquela montagem sequencial, mostrando seu crescimento?! Veio daí a vontade de fazer o que sei todos os dias de minha vida. Além disso, como autônoma, às vezes passava meses sem trabalho. Então busquei uma forma de cantar todos os dias para manter a musculatura vocal sempre em dia.

O Reality Song tem 3 objetivos:
Mostrar o envelhecimento facial e vocal com o passar dos anos;
Manter minha voz e musculatura vocal em forma (já que não faço aulas de canto);
Demonstrar com realismo o dia-a-dia de um cantor.

 

Backstage Musical: Você também participou do quadro "Iluminados", do Domingão do Faustão. Como foi essa experiência?

Naíma: Foi maravilhosa! Só ganhei com o programa: a experiência, o aprendizado, a visibilidade e a oportunidade de apresentar meu trabalho a nível nacional!

 

Backstage Musical: Ano passado você deu início ao processo de produção do seu disco autoral, "Poesia Insana", como foi esse processo?

Naíma: Foi árduo, intenso e profundo. Pela primeira vez na vida pude escolher, decidir e bancar, como exatamente pensava sobre minha arte, e essa foi outra experiência muito especial e enriquecedora. Inesquecível!

 

Backstage Musical: Há poucos dias, você se emocionou ao receber o disco pronto em sua casa, como você descreve a sensação de ver tudo pronto, depois de meses de trabalho?

Naíma: Ainda na adolescência, depois de comer uma manga bem madura e saborosa, retirei o caroço e plantei no quintal da casa de minha mãe! 
Preparei a terra, ajudei para que ela acolhesse a semente numa lata pequena, reguei por meses a fio… esperei pelo longo processo de a semente virar uma muda, a muda crescer e ramificar, até poder transferi-la para o solo. 
Há quase três décadas ela ainda segue lá!
Dando frutos e fazendo uma agradável sombra para os terríveis dias de calor do Sul!

Ao receber o disco em casa me senti exatamente como quando passo pela casa onde plantei a mangueira: com a sensação de ter feito algo relevante pelo universo.

 

Backstage Musical: O que o público pode esperar do disco?
Naíma:
Minha entrega a cada acorde e minha verdade em cada palavra que nele está!
A versão mais pura de mim: poética e insana.

 

Backstage Musical: Para o lançamento do disco, você fez um show, que contou com intérprete de LIBRAS. Como surgiu a ideia de uma intérprete no show?

Naíma: Era um desejo antigo, por me preocupar com acessibilidade. Como meu show é basicamente musical, não há a necessidade da áudio descrição para cegos, por exemplo. Mas, LIBRAS é fundamental que tenha. Além disso, na verdade, pela lei, TODOS os shows deveriam ser acessíveis para todos os tipos de deficiência. Estou apenas fazendo a minha parte. E não vejo o dia de isso ser regra, não mais exceção!

 

Backstage Musical: Agora você vai fazer outro show no Bar Brahma, que o público pode esperar? Você vai cantar apenas as músicas autorais do disco ou terão canções especiais?

Naíma: O show é a materialização do disco aliada à emoção do ao vivo que eu tanto amo! Executamos todas as faixas do CD Poesia Insana desta vez numa ordem onde a narrativa prevalece, intercalada por alguns covers com arranjos especiais na mesma atmosfera do meu trabalho autoral.

 

Backstage Musical: Quem for ao show vai poder comprar o cd?

Naíma: Sim! Por favor! (Risos) 
Como artista independente, saber que há procura pelo disco significa tanto pra mim! Minha maior joia (o disco) vem dentro de uma linda lata, que poderá ser guardada para sempre. Foi tudo pensado com muito carinho. Espero realmente que curtam!

 

SERVIÇO 
Show Naíma
BAR BRAHMA
21h
Ingressos R$30,00

 

Please reload