Saiba o que rolou na cerimônia do Prêmio Bibi Ferreira 2017

21/10/2017

                                                                Foto: Náira Messa

A 5ª edição do Prêmio Bibi Ferreira teve sua cerimônia na última quarta-feira, 18/10, no Teatro Santander em São Paulo. Considerada uma das premiações mais importantes do teatro musical brasileiro, a cerimônia contou com a presença de artistas e produtores.

Esse ano, Alessandra Maestrini, apresentadora do prêmio desde sua primeira edição, dividiu o palco com Miguel Falabella. Ao lado de Jan Onoszko, Kiara Sasso e Jarbas Homem de Mello, os dois deram início à premiação com um divertido número de abertura. Outra novidade foi que, pela primeira vez, “Melhor Visagismo ” estava entre as categorias.

Dai-lhe o Sol pra Viver 

O momento mais emocionante da noite ficou por conta de Jarbas Homem de Mello, que cantou “Bring Him Home” em uma homenagem In Memorian aos artistas que faleceram em 2017. O grande homenageado foi Marcos Tumura, que, ao final da música, recebeu um minuto de aplausos da plateia, ao invés do tradicional um minuto de silêncio.

                                                                        Foto: Náira Messa


Os donos da Noite: 


Confira os vencedores em cada uma das Categorias 

MELHOR MUSICAL: Les Misérables

MELHOR MUSICAL BRASILEIRO: Auê

MELHOR ATRIZ: Laila Garin por "Gota D’Água [À Seco]"

MELHOR ATOR: Paulo Szot por "My Fair Lady"

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Andrezza Massei por "Les Misérables"

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Ivan Parente por " Les Misérables"

ATOR/ATRIZ REVELAÇÃO:  Filipe Brangança – "Les Misérables"

MELHOR DIRETOR: Jorge Takla por "My Fair Lady"

MELHOR DIRETOR MUSICAL: Luis Gustavo Petri por "My Fair Lady"

MELHOR COREÓGRAFO: Alonso Barros por "Alegria, Alegria"

MELHOR CENÁRIO: Nicolás Boni por "My Fair Lady"

MELHOR FIGURINO: Fabio Namatame por "My Fair Lady"

MELHOR ARRANJO ORIGINAL: Alfredo Del Penho e Beto Lemos com colaboração de Duda Maia e A Barca do Corações Partidos por "Auê"

MELHOR LETRA E MÚSICA ORIGINAL: Alfredo Del Penho e Beto Lemos, Duda Maia e ABarca dos Corações Partidos por "Auê"

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: Fernanda Maia por "Lembro Todo Dia de Você"

MELHOR VERSÃO: Claudio Botelho por "Les Misérables"

MELHOR DESENHO DE LUZ: Wagner Antônio por "Gota D´Água [À Seco]"

MELHOR DESENHO DE SOM: Tocko Michelazzo por "My Fair Lady"

MELHOR VISAGISMO: Hugo Daniel e Paulette Pink por "Forever Young"

MELHOR MUSICAL VOTO POPULAR: Cartola, O Mundo é Um Moinho

 

Please reload