A Sensibilidade de “O Som e a Sílaba”

20/8/2017

Na última quinta feira, 17 de agosto, aconteceu no Teatro Municipal Gloria Giglio, em Osasco, a estreia nacional de “O Som e a Sílaba”, espetáculo com texto e direção de Miguel Falabella.

 

No elenco, as atrizes Alessandra Maestrini e Mirna Rubim vivem as personagens Sarah Leighton e Leonor Delise, respectivamente. Sarah é uma jovem com Síndrome de Asperger (SA), um autismo altamente funcional, caracterizado por dificuldades na interação social e habilidades específicas em algumas áreas, entre elas a música, o que dará rumo a uma história emocionante. Apaixonada por óperas desde muito pequena, ela vai ao encontro de Leonor, uma renomada soprano, que atualmente dá aulas de canto.

 

Apesar dos muitos momentos cômicos na atuação de Alessandra, a personagem levanta questionamentos que nos fazem refletir sobre variados assuntos, principalmente sobre o quanto as pessoas portadoras dessa síndrome são, de certa maneira, rejeitadas pela sociedade e, muitas vezes, tratadas com inferioridade. Sarah faz o público perceber o quanto coisas simples do dia a dia, como uma feira livre, podem ser um grande obstáculo e, durante a história, conquista a todos na plateia, fazendo com que seja impossível não torcer por ela.

 

Com uma atuação impecável e uma voz impressionante, Mirna Rubin assume alguns dos momentos mais emocionantes e dramáticos da peça. Após aceitar o desafio de ser a professora de canto de Sarah, ela vai descobrir uma relação ainda mais profunda com sua aluna e, principalmente, aprender muitas coisas também. Uma curiosidade interessante é que Mirna dá aulas de canto na vida real e, inclusive, Alessandra Maestrini é uma de suas alunas.

 

Depois de "Drama 'n Jazz", o show solo de Alessandra, e "Yentl em Concerto", baseado no filme Yentl, "O Som e a Sílaba" é o terceiro e mais complexo espetáculo da Maestrini Produções, que, pela primeira vez, assina a produção e realização de um projeto idealizado por outra pessoa: Miguel Falabella. O texto, escrito por ele, foi feito especialmente para Alessandra. A história tão simples e tão complexa ao mesmo tempo, emociona e prova que ele também fez um ótimo trabalho na direção. "O Som e a Sílaba" é um verdadeiro presente para o público.

 

Repleto de árias, duetos e trechos de óperas, o musical celebra o mistério da mente humana. Uma incrível chance de contato inicial, para os fãs que nunca assistiram uma ópera e até mesmo para aqueles que tem algum tipo de preconceito com esse estilo.

 

A peça fará uma pequena turnê em algumas cidades do interior, depois de Osasco e Ubatuba, segue para Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e São José dos Campos. A partir do dia 6 de outubro, ficará em cartaz no Teatro Porto Seguro, em São Paulo.

 

O Som e a Sílaba

Ribeirão Preto - 26 de agosto

São José do Rio Preto – 27 de agosto

São José dos Campos - 1 de setembro

 

São Paulo – 6 de outubro até 26 de novembro

Teatro Porto Seguro
De 6 de outubro a 26 de novembro – Sextas-feiras e sábados às 21h. Domingos às 19h.

Ingressos: R$ 120,00 plateia / R$ 90,00 balcão/frisas.

Vendas – Ingresso Rápido ou direto na bilheteria do teatro.

 

Please reload