Viagem Musical #2: Paris

19/3/2017

 

 

Uma passada obrigatória em todo tour europeu é Paris. A Cidade Luz reúne uma gigantesca coleção de monumentos, museus e pontos turísticos que fazem qualquer um se apaixonar, além de abrigar uma história incrível e conturbada, que vale sempre ser relembrada.


E claro, os musicais não poderiam desperdiçar todos esses encantos e o romantismo que envolve essa cidade, tornando-a cenário frequente para diversos filmes e musicais. Alguns desses lugares são inclusive personagens principais de algumas dessas histórias, então se estiver passando por lá, já tenha anotado as indicações do nosso guia, para não perder nenhum detalhe musical.


Opera Garnier


Talvez você não conheça por esse nome, mas se ama ‘O Fantasma da Ópera’ com certeza conhece esse teatro. Localizada perto do Museu do Louvre, a Ópera é mais encantadora ao vivo do que em qualquer representação que apareça tanto no musical quanto no filme. Além de, lógico, exibir sua programação de óperas, balés e concertos, a ópera também recebe o público para visitação, onde é possível ver uma arquitetura de tirar o fôlego, e, para quem for seguindo as portinhas do camarote até o número 5, vai se deparar um que fica fechado, reservado para o Fantasma, que inclusive está sinalizado por uma placa. Vale a pena a visita com direito a reproduzir a coreografia de “Masquerade” nas escadas.
 

 


Catedral de Notre-Dame


Se você teve infância, com certeza já assistiu a animação da Disney, ‘O Corcunda de Notre Dame’. O filme é baseado no livro, nada infantil, de Victor Hugo, que também já foi adaptado para os palcos. Primeiramente na Alemanha, no musical “Notre-Dame de Paris”, onde, apesar de ser uma versão adulta, igual o livro, levava as músicas do filme. Mais recentemente, a Disney fez sua própria versão do musical, que estreou no final de 2014, em San Diego, na Califórnia, na tentativa de levar o musical para a Broadway.


A Catedral de Notre Dame, ou apenas Notre Dame de Paris, foi construída no período da Idade Média, e tem uma maravilhosa arquitetura no estilo gótico, e dá ao filme da Disney os mais encantadores cenários, tanto pelo seu exterior, quanto pelo interior.


 

 


Casa de Victor Hugo


E foi ali perto da catedral que o próprio autor da obra viveu. Um dos mais famosos escritores franceses, Victor Hugo escreveu obras que deram origem para pelo menos dois grandes sucessos do teatro musical. Sua casa, onde escreveu sua maior obra, ‘Os Miseráveis’, foi transformada num museu e está aberta para visitação de terça a domingo, das 10h às 18h. Nem precisa dizer que a visita é Parada Obrigatória no seu roteiro.


Praça da Bastilha


Hoje não há muito que ver por lá, mas o local tem uma marcante presença na história da França, cada regime que tomava conta do país construía nesse local o símbolo de seu poder. Hoje, ao chegar à praça, além do monumento central, você também pode aprender um pouco dessa história, em painéis espalhados pela praça. Em ‘Les Misérables’ é descrito um monumento em forma de Elefante onde Gavroche vivia. Esse elefante, apesar de não existir mais, faz uma aparição no filme do LesMis na cena de “Look Down (Paris)”. Além disso, esse mesmo Elefante também marca uma romântica cena em Moulin Rouge, o encantador “Elephant Medley Song”.

 


Le Moulin Rouge


E falando em Moulin Rouge, uma parada obrigatória é a famoso cabaré localizado em Montmartre, cenário do encantador filme musical de 2001 Moulin Rouge. Apesar dos ingressos das apresentações serem muito caros, e muitas vezes inacessíveis, é sempre bom dar uma passadinha para tirar a clássica foto em frente ao Moinho Vermelho e, talvez, ver se encontra Satine e Christian.
 

 


Café Des 2 Moulins


Ainda na região de Montmartre, é possível dar uma passadinha no Café des 2 Moulins, famoso pelo filme ‘O Fabuloso Destino de Amélie Poulain’. Recentemente transformado em musical, o filme que conta a história de Amélie está previsto para estrear na Broadway dia 9 de março, tendo Phillipa Soo, destaque de Hamilton, no papel título, o qual foi interpretado, também, por Samantha Barks, na temporada pré-Broadway, em Berkeley.
 

 


Torre Elffel


‘An American in Paris’ retrata toda a cidade de Paris como cenário, apresentando vários monumentos e pontos turísticos. Escolhemos para representar o musical aquele que é o maior símbolo da cidade luz, que inclusive estampa a logo do musical: La Tour Eiffel. Quando construída era considerada a construção mais alta até então criada pelo homem e até hoje é um dos pontos mais altos de Paris, o que significa que vale muito a pena, além de aproveitar o belo cenário criado pelo lado externo da torre, também dar uma subida nela, e aproveitar uma visão privilegiada da cidade!
 

 

 

Please reload