60! DÉCADA DE ARROMBA doc. Musical A DÉCADA DA MÚSICA

10/1/2017

 


Não importa qual a sua idade, você vai sempre concordar que a Jovem Guarda é um patrimônio musical nacional delicioso, e as músicas serão eternas em nossas vidas. Não só a Jovem Guarda em si, mas toda aquela carga cultural que ouvíamos nossos parentes contar sobre os tão nostálgicos anos 60. Uma década movida à música, polêmicas, ditadura militar e uma explosão cultural no mundo inteiro.

 

Usando vídeos mesclados à números musicais, sem qualquer narração ou texto explicando os momentos, “60! – Década de Arromba – Doc. Musical” consegue entreter sem ter qualquer diálogo específico entre os personagens. O que vemos é uma espécie de documentário musical teatral, onde traça-se um panorama durante toda a década de 60, onde tanta coisa aconteceu em apenas 10 anos. Com roteiro e pesquisa de Marcos Nauer, e direção de Frederico Reder, o musical não possui uma dramaturgia. São músicas seguidas por músicas, sem narração oral, mas que através de notícias da época, letras de músicas, e muitos vídeos criados por Thiago Stauffer, acabam tornando-se complementares à grandiosidade desse verdadeiro show.

 

São aproximadamente 100 músicas, intercaladas entre nacionais e internacionais, 300 figurinos, 24 atores, 20 músicos e 20 cenários. A forma como tudo vai acontecendo no palco é impressionante. Cada cenário e figurino é mais grandioso e espetacular que outro. Assistir a “60” é como vivenciar aquela época tão ornamentada por nossos pais. É viver a história ali, no palco, diante dos nossos olhos, e ainda ser presenteado com a presença da eterna ternurinha Wanderléa, que vive ela mesma, e canta clássicos de sua carreiras em momentos pontuais do show.

 

Com o lado cômico do espetáculo nas mãos dos excelentes Tauan Delmiro e Rodrigo Naice, que ainda servem de animadores de auditório durante o intervalo, o elenco ainda conta com rostos conhecidos do teatro musical, como Fabiana Tolentino (O Primeiro Musical A Gente Nunca Esquece), Mateus Ribeiro (Meu Amigo, Charlie Brown), além de Amanda Döring, Analu Pimenta, André Sigom, Bel Lima, Cássia Raquel, Deborah Marins, Erika Affonso, Giu Mallen, Jade Salim, Jullie, Leandro Massaferri, Leo Araujo, Marcelo Ferrari, Pedro Arrais, Rachel Cristina, Raphael Rossatto, Rodrigo Morura, Rodrigo Serphan, Rosana Chayin, e Victor Maia, este último que também assina a deliciosa e divertida coreografia do espetáculo, mais uma vez mostrando a força de seu talento e seu nome nesse gênero qual tem se consagrado.

 

“60” é um musical grandioso, tanto no aspecto cenográfico, quanto no tempo. São 2h30 de espetáculo, e algumas vezes tende até a ultrapassar essa tempo. Contudo, a forma como o espetáculo é apresentado, um tanto didático demais, mas preciso nas informações e na diversão de suas cenas, fazem dele uma experiência de imersão teatral incrível, onde luz, cenários e atores parecem unificados em um show só. Ainda podemos reconhecer o confirmar a importância da influência de artistas como Roberto e Erasmo, além de por Dalva de Oliveira, Cauby Peixoto, Elvis Presley, Beatles, Tony e Celly Campello, Bibi Ferreira, Edith Piaf, Tom e Vinicius, Milton Nascimento, Gil e Caetano, Maysa, Geraldo Vandré dentre outros ícones.

 

Um espetáculo imperdível, e que mesmo com sua data fixada, é atual em muitos quesitos históricos, que até hoje se repetem na nossa sociedade!

 

SERVIÇO
60! DÉCADA DE ARROMBA - DOC MUSICAL
SALA TEREZA RACHEL
Qui e Sex 21h Sáb 17h30 e 21h30 Dom 18h
Quintas e Sextas - Plateia e Frisas: R$160,00 | Balcão I: R$120,00 | Balcão II: R$50,00
Sábados e Domingos - Plateia e Frisas: R$180,00 | Balcão I: R$140,00 | Balcão II: R$50,00
Classificação: 12 Anos

Please reload