Show em Simonal: Com Simonal sem Dó

22/8/2016

Mais uma vez o jovem e talentoso ator Ícaro Silva empresta seu corpo e vive o ícone da música popular brasileira Wilson Simonal (1938-2000). Antes no grande espetáculo “S’imbora, o Musical – A História de Wilson Simonal”, agora o ator volta em um show intimista, sem toda a pompa grandiosa do espetáculo também dirigido por Pedro Brício, onde faz um show dividindo-se entre ser o próprio Ícaro, misturando com os trejeitos e voz malandramente ralentada do cantor negro de maior sucesso nacional.


Com um elenco que conta com Ícaro Silva, e mais três atrizes no backing vocal, que são Aline Wirley, Ariane Souza e Júlia Gorman, voltamos a trechos da conturbada vida de Simonal. O protagonista narra à história destacando pontos importantes, incluindo músicas e momentos que não estavam no espetáculo de 2015. A sensação é de estarmos assistindo mesmo a um show no Beco das Garrafas, grande ponto de encontro de celebridades da nossa música como Elis Regina, Jair Rodrigues, e Luís Carlos Miele. 

Ícaro se destaca mais uma vez no papel. Durante a estreia para convidados o ator se emocionou diversas vezes, principalmente no momento de “Tributo à Martin Luther King”, onde conta os problemas que já passou por ser negro na hora de conseguir um papel diferente, que não expusesse tanto a diferença de raças dos personagens. Ao lado de Aline, ele vive um dos momentos mais emocionantes do espetáculo, com um dueto de tons diferentes, mas que unidos passam ao público um hino contra as diferenças composto pelo próprio Simonal ao lado de Ronaldo Bôscoli.


As atrizes também se destacam com seu carisma e vozes que conseguem tornar as músicas já consagradas ainda mais emocionantes. Destaque para a voz estonteante de Ariane Souza, que se sobressai como a que aparentemente sente-se mais a vontade em diferentes papéis durante o espetáculo.


Ícaro Silva mais uma vez demonstra destreza ao compor um personagem tão diferente do ator, de uma época nem tanto diferente em termos de racismo, ainda que hoje os negros tenham grande influência (e merecida!) em nossa cultura não só musical. O jovem ator ainda voltará como outro grande cantor, dessa vez no cinema: Ícaro estará no longa “Elis”, vivendo o eterno Jair Rodrigues. Simonal deve está lá de cima assobiando Samarina, andando em seu Carango, e torcendo para Ícaro batalhar muito por vários Fons-fons. ‘S’imbora’ foi assistido por mais de cem mil pessoas, e tudo indica que “Show em Simonal” caminha para o mesmo sucesso, apesar de o Teatro Leblon ser um pouco menor do que os palcos nos quais o musical se apresentou.


Serviço: 
Quinta a Sábado, 21h; dom, 20h. R$ 70 (qui), R$ 80 (sex e dom) e R$ 90 (sáb). 90 min. 
De 12 de agosto até 2 de outubro. 
Teatro do Leblon – Sala Marília Pêra 
Classificação: 12 anos.

Please reload