Bate Bola com Mateus Ribeiro

23/3/2016

O jovem ator Mateus Ribeiro começou sua carreira a no Teatro Musical há pouco tempo e já coleciona uma série de passagens por diversas produções, sendo uma das promessas da nova geração dos palcos brasileiros. Confira o papo que o ator bateu com o #Backs.

 

  

Aniversário: 7 de novembro  | Idade: 22 

  

Signo: Escorpião | Cor: Azul 

  

Um musical: Bare.

  

Um livro ou filme que transformaria em musical: A Lagoa Azul (risos) Tô brincando! Acho que “Ocus Pocus”, da Disney. Eu adorava quando criança e acho que funcionaria bem no palco.

 

Personagem dos Sonhos: Pippin.

 

Antes de entrar no palco, não posso deixar de:  Me alongar, aquecer, checar meus objetos de cena e me concentrar. Sempre acabo agradecendo por poder estar ali também, esse sentimento de gratidão vem sempre à tona involuntariamente antes de entrar em cena.

 

Um improviso inesquecível: Nossa difícil pensar assim (risos). Essa nossa profissão vira e mexe exige que improvisemos, então são muitos. Quando penso em improviso eu penso no Miguel Falabella, mas o primeiro que me veio à mente agora foi o dia em que o bigode postiço do Jarbas estava um pouco solto no "Crazy For You", o que cabia no contexto da historia já que ele estava disfarçado de outro personagem, e ele e a Claudia (Raia) usaram isso de uma forma tão incrível que acabou virando uma nova cena e a plateia morreu de rir. Stephan Nercessian era mestre nos improvisos também quando estava de Chacrinha, até por que é um personagem e uma peça que exigem isso do ator que o interpreta.   

 

O que você faz no seu tempo livre: Escrevo, assisto filmes/séries, gosto de sair pra jantar, ir ao cinema ou teatro, encontrar amigos e às vezes compor.   

 

Se não fosse ator/atriz eu seria: Triste (risos).  Eu seria uma pessoa triste se não fosse ator.

 

Dia ou noite: Noite.

  

“É hora do jantar!“  - Doce ou salgado: Salgado.

 

 

"Ah é? Tô nem ai!" - Uma filosofia de vida: Levar a vida pela verdade. Sendo verdadeiro com os outros? comigo e com o que acredito, sabendo que tudo nessa vida tem um por que, mesmo que a gente não o entenda.

 

“Beethoven é Rei!” - Uma música: Brother – Matt Corby.

 

"Meu pano e eu"  - Qual objeto você não vive sem? Infelizmente, o celular. Obviamente conseguiria viver sem ele se fosse necessário. Mas parando pra pensar,  foi o objeto que vi que me é mais útil no dia a dia e que acabo usando mais.

 

Pra quem você gostaria de dar uns bons conselhos a 5 centavos? Jair Bolsonaro. 

  

O que é necessário para ser um amigo como Charlie Brown? Ser verdadeiro e honesto. 

 

O melhor de fazer parte de "Meu Amigo Charlie Brown": É poder ser feliz todos os dias, contando uma historia que particularmente me toca, que dialoga com uma platéia de idade tão vasta, cercado por uma produção incrível e artistas com um coração gigantesco. Poder ser criança de novo e falar de coisas simples e inteligentes é mágico. Acho que a melhor parte é exatamente fazer parte! Meu coração acorda sorrindo todos os dias por essa oportunidade.

 

Venha conferir Mateus Ribeiro como Linus Van Pelt em ‘Meu Amigo Charlie Brown”

 

SERVIÇO:

Teatro Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 7º andar (Shopping Frei Caneca), 569 – Consolação)
Sábado e Domingo às 17h30 e 20h00
Vendas online pelo site Ingresso Rápido

 

 

 

Please reload