Especial Tony Awards 2015: An American in Paris e The Last Ship

23/5/2015

Falta pouco para o maior evento do teatro musical americano, o Tony Awards deste ano está cheio de fortes concorrentes em todas as categorias. Dois grandes sucessos da Broadway indicados são "An American in Paris" e "The Last Ship".

 

AN AMERICAN IN PARIS

De: George e Ira Gershwin (música e letra), Craig Lucas (texto), sob direção de Chistopher Wheeldon, no Palace Theatre

Com: Robert Fairchild, Leanne Cope, Veanne Cox, Jill Paice, Brandon Uranowitz, Max Von Essen, Caitlin Abraham, Will Burton, Attila Joey Csiki, Michael Cusumano, Taeler Cyrus, Ashlee Dupré, Rebecca Einchenberger, Sara Esty,Laura Feig, Jennie Ford, Kurt Froman, Heather Lang, Dustin Layton, Nathan Madden, Gia Mongell, Candy Olsen, Rebecca Riker, Adam Rogers, Sam Rogers, Shannon Rugani, Garen Scribner, Sam Strasfeld, Sarrah Strimel, Chalie Sutton, Allison Walsh, Scott Willis, Victor J Wisehart.

Indicações: Melhor Musical, Melhor Libreto (Craig Lucas), Melhor Ator Principal em Musical (Robert Fairchild), Melhor Atriz Principal em Musical (Leanne Cope), Melhor Ator Coadjuvante em Musical (Brandon Uranowitz e Max von Essen), Melhor Design de Cenário para Musical (Bob Crowley), Melhor Design de Figurino para Musical (Bob Crowley), Melhor Design de Luz para Musical (Natasha Katz), Melhor Direção em Musical (Christopher Wheeldon), Melhor Coreografia (Christopher Wheeldon), Melhor Orquestração (Christopher Austin, Don Sebesky e Bill Elliott).

 

Um dos mais fortes concorrentes, indicado em doze categorias, 'An American in Paris' é baseado no filme musical de 1951, com direção de Vincente Minnelli, traduzido para o português como 'Sinfonia de Paris'. O musical traz a história de um ex-soldado da Segunda Guerra Mundial, que, na tentativa de fazer sucesso como pintor em Paris, acaba se envolvendo com uma milionária e vivendo um amor impossível.

 

Um dos grandes favoritos da temporada tem sido bastante aclamado pela maneira como dança e cena interagem de forma orgânica e linda, com isso o trabalho do diretor e coreógrafo Christopher Wheeldon ( coreógrafo associado do Royal Ballet) tem recebido críticas positivas. Os protagonistas Leane Cope e Robert Fairchild dominam a técnica de ballet  clássico o que tem deixa o público encantado com o pas de deux deles no final, aliás todo o ensemble é composto por excelente bailarinos que se alternam entre estilos como ballet,  jazz e sapateado. As músicas dos irmãos Gershwin conduzem bem a história e é bem performada pelo elenco com qualidade, trazendo clássicos como "Embraceable You”, “The Man I Love” e “They Can’t Take That Away from Me”. Sem dúvidas, "An American In Paris" é um musical que deixará sua marca na Broaadway.

THE LAST SHIP

De: Sting (música e letra), John Logan e Brien Yorkey (libreto), sob direção de Joe Mantello, no Neil Simon Theatre

Com: Michael Esper, Rachel Tucker. Jimmy Nail, Fred Applegate, Aaron Lazar, Sally Ann Triplett, Collin Kelly-Sordelet, Jamie Jackson

Indicações: Melhor Orquestração (Rob Mathes) e Melhor Trilha Sonora "Score" para Musical (Sting)

 

O musical, que estreou na Broadway em junho de 2014, é inspirado na infância do próprio Sting, onde ele morava e em sua experiência na industria de construção naval. Ambientada em Wallsend, uma pequena cidade inglesa, The Last Ship conta a história Gideon, um jovem com ambição de conhecer o mundo, retorna a cidade de origem 15 anos depois e reencontra seus amigos já crescidos, sua ex-namorada já casada, e tenta se readaptar ao local.

 

"The Last Ship" entra pra lista de musicais jukebox (porém não biográfico) e além de usar músicas conhecidas do repertório de Sting, inclui composições novas do cantor exclusivas para o musical. No geral, o musical tem sido bem elogiado por perfomances bem vivas, pela forma como as músicas se inserem na história, no entanto, o texto não tem apontado como fraco e confuso, dificultando que o público entendesse a história, trazendo perguntas para a história que o musical não consegue responder quando finalizado. As vendas da bilheteria não foram tão satisfatórias, e com isso o próprio Sting passou a integrar o elenco numa tentativa de alavancar as vendas em dezembro do ano passado, até que por fim, "The Last Ship" teve sua última perfomance em 24/01/2015.

 

 

Please reload