Coletiva de Urinal: o musical

1/4/2015

Na terça-feira (31/03), houve no Teatro de Núcleo Experimental, na Barra Funda, a coletiva de imprensa da montagem de “Urinal”, adaptação do musical da Broadway, “Urinetown”. O musical trata de um futuro pós-apocalíptico, no qual a Terra não tem muito mais água e onde os banheiros particulares não existem mais, sujeitando as pessoas aos caros banheiros públicos. A mesa de produção era composta por Zé Henrique de Paula (diretor cênico), Fernanda Maia (diretora musical), Inês Aranha (preparadora de elenco) e Gabriel Malo (coreógrafo).

 

Zé Henrique comentou sobre o processo: ele e Fernanda conheceram o musical em 2004, e desde então tinham em mente o projeto de montá-lo. Ao longo dos anos, ambos foram traduzindo e montando suas ideias, esperando o momento certo de entrar em ação. Com a recente falta de água em São Paulo que estamos presenciando desde meados do ano passado, “a peça estava pedindo para ser montada”, afirma o diretor. “É um assunto sério”, indica ele, “atual para nós”, também apontando para a interação entre o conteúdo e a forma do espetáculo. Já Fernanda Maia explica que a sonoridade da montagem pode causar um certo estranhamento. “Estamos acostumados com vozes retocadas, cheias de tratamento e efeitos. Aqui, não há microfones, é quase acústico”, explica ela, relacionando essa crueza com a própria trama da peça, além de poder relevar melhor a qualidade do timbre de cada ator.

Inês, a preparadora de elenco, lembra a todos que o elenco é formado por atores que estão se virando em canto e dança, e não cantores e/ou bailarinos que atuam. “Coreografia é a extensão da identidade das ações das personagens. Deve haver uma comunhão entre a coreografia e as ações para que haja coerência”, explica ela. Já Gabriel Malo vai mais longe. Para o coreógrafo, a dança é um recurso à história, um complemento para mais informações. Assim como Victor Hugo afirma que “a música expressa aquilo que não pode ser colocado em 

palavras”, Gabriel nos convence que “a dança expressa o que a música já não consegue mais”.

A equipe concluiu explicando que o projeto foi realizado através dos recursos provenientes do Prêmio Zé Renato de apoio à produção e desenvolvimento da atividade teatral para a cidade de São Paulo. “Urinal: O Musical” estréia na sexta-feira (03/04), ficando em cartaz de sexta a segunda (sempre às 21h, exceto domingo às 19h) até começo de Julho.

Please reload