Bate-bola com Ana Araújo

28/3/2015

 

Nome: Ana Araujo
Data de Aniversário: 15 de dezembro 
Idade: 28 anos 
Signo: sagitário 
Cor: roxo 
Um musical: Once

Uma música: ai, que pergunta difícil... Sou movida a música! Tenho ouvido muito "Always Starting Over" do musical "If/Then" e "With you" do "Ghost".
Um livro ou filme que transformaria em musical: "O Diário de Bridget Jones".
Antes de entrar no palco, não posso deixar de... fazer inalação, aquecer o corpo, beber muita água e ficar uns 2 minutinhos no palco vazio antes de abrirem as cortinas. 
Um improviso inesquecível: sou horrível em improviso! Rs toda vez que acontece alguma coisa errada, fico com cara de pânico e entrego tudo hahaha 
Personagem dos sonhos: não sei se tenho um personagem dos sonhos... acho que só alguns que gosto muito e gosto muito de cantar! Lucy de "Jekyll and Hyde", Diana Goodman de "Next To Normal" e Elizabeth de "If/Then". 
Que super poder gostaria de ter: o poder de não perder nunca nada! Sou rainha em perder tudo quanto é coisa: chave de carro, celular, carteira, rs
Se não fosse ator/atriz eu seria... eu sou, rs, designer gráfico, mas não me vejo mais não vivendo de palco. 
Um lema de vida: "dance otherwise we are lost" (Pina Bausch). Demorei muito tempo pra decidir, mas depois de 27 anos, tatuei essa frase em mim. 
Como seu último personagem te definiria: meu último personagem, a Professora Maluquinha - de "O Menino Maluquinho, o Musical" - e a convivência com muitas crianças de muitas idades, me despertou a nunca deixar de lado ou esquecer a criança que tem dentro de mim!

Conte uma Mudança de Hábito em sua vida: sair de dentro do escritório e descobrir que posso viver da minha arte. 
Felicidade pra mim é... poder chamar de trabalho o que eu mais amo na minha vida! 
Ser parte do convento Rainha dos Anjos por Ana Araújo: um
sonho realizado. Por muitos anos fiquei e passei na frente daquele teatro (que ainda era Abril) só para ver a fachada, o outdoor gigante de "A Bela e a Fera" que ficava na 23 de maio ou esperar na stage door os artistas, a quem eu admirava tanto, saírem. (Os meus pais que o digam... Rs). Agora poder SAIR por aquela mesma porta e estar do outro lado, trabalhando e dividindo o palco com esses mesmo artistas a quem sempre admirei, é uma sensação que não quero esquecer nunca! Sou muito sortuda e muito grata em fazer parte disso!!!

 

Please reload