Bruno Gissoni se prepara para viver no mundo de “Dzi Croquettes”

19/12/2014

Por Maria Pia Calixto

 

O Dzi Croquettes é um grupo teatral criado no final da década de 1960, à margem da decretação do Ato Institucional nº5, na fase mais fechada do regime ditatorial do Brasil. Seu comportamento irreverente, espírito libertário e disposto a quebrar tabus, afim de revolucionar o cenário teatral brasileiro, foi um furacão que apostou em um visual andrógino: homens barbudos e com pernas cabeludas com direito a muitos saltos altos e roupas brilhantes. Seu primeiro show, no ano de 1972, foi banido pelo Serviço Nacional de Teatro, porém obteve grande sucesso.

Suas principais influências eram manifestações de cultura como o jazz, a bossa-nova, movimento gay e o teatro de vanguarda. Consolidaram o gênero de humor “besteirol” e serviu de inspiração para diversos programas de êxito, como a TV pirata e mais adiante a criação do famoso grupo “As Frenéticas”.

 

Em 2009, com direção de Tatiana Issa e Raphael Alvares foi lançado um documentário sobre o Dzi Croquettes, com o objetivo de contar a trajetória dos atores e bailarinos que eram considerados símbolos culturais ao terem confrontado a ditadura brasileira de maneira inteligente. Com depoimentos de grandes nomes como Gilberto Gil, Pedro Cardoso, Miguel Falabella, Marília Pera, Cláudia Raia e Liza Minelli, tornou-se o documentário mais premiado do Brasil e conseguiu reunir integrantes do grupo, assim como grandes admiradores em entrevistas exclusivas sobre a vida e rotina de um Dzi Croquette.

 

Agora em 2015, o ator Bruno Gissoni foi convidado a integrar o elenco do grupo musical após sua participação no quadro “Dança dos Famosos” da Rede Globo. Bruno, que nunca teve contato com canto e até então seu caminho ainda não havia sido cruzado com o mundo da dança, diz se sentir desafiado em ter quatro meses para aprender a cantar e andar de salto alto. O diretor Ciro Barcelos disse que Bruno tem tempo para aprender a ambiguidade de ser “homem e mulher” e se tornar um excelente “Croquette”.

 

A reestreia do espetáculo está prevista para abril, na Sala Baden Powell, que fica em Copacabana e surpreenderá o público com cenas e números musicais novos. Dzi Croquettes também contará com apresentações prévias em fevereiro no SESC de Nova Iguaçu, São João do Meriti e Juiz de Fora.

 

Please reload