Artistas Mineiros em Ascensão

11/12/2014

Por Leandro Rodrigues

 

Em 2011, o CAMA- Centro de Atividade Musicais e Artísticas, inicia suas atividade em Belo Horizonte. Mantida pela Cyntilante Produções, empresa que dedica-se exclusivamente ao Teatro musical na capital mineira, o CAMA se propõe em ser um núcleo de estudos e discussão para a atividade musical e oferecer formação profissional para os artistas mineiros.

 

Sob o comando do diretor Fernando Bustamante, o CAMA reúne diversos profissionais das áreas de canto, dança e interpretação, se atentando também para conteúdos teóricos de história do teatro, teoria musical e dramaturgia. Semestralmente a escola organiza pocket shows com o intuito de mostrar o conteúdo desenvolvido e aprendido pelos alunos. Ao longo dos anos, já foram encenadas montagens de Grease, Sweeney Todd, O Despertar da Primavera, O Corsário do Rei e Além do Horizonte (musical inédito elaborado pela equipe do CAMA como músicas de Roberto Carlos).

 

E desta vez a aposta do CAMA é grande: quatro apresentações, formando assim o “Festival do CAMA”, que começou no dia 8/12 (segunda-feira) com a apresentação dos alunos do curso Livre de Performance da peça “O Batuquinho”, que foi composto e montado pela equipe do CAMA, baseado na musicalidade e ritmos brasileiros. No mesmo dia, houve a apresentação dos concludentes do módulo Intermediário I com um pocket de “A Família Addams”. Segundo a ementa do CAMA, os alunos do curso de formação no nível intermediário estudam, no primeiro módulo, o teatro musical americano e fazem montagens inspiradas nas grandes produções da Broadway. Já os alunos do segundo módulo se dedicam ao estudo do teatro musical brasileiro, sendo assim, no dia 9/12 (terça-feira) foi a vez desses alunos subirem ao palco com a opereta “O Homem que Sabia Português”. Por fim, no dia 10/12 (quarta-feira), acontecerá o “I Festival de Cenas Musicais Curtas” organizado pelo CAMA.

 

Para esse evento a escola abriu audições para alunos e não alunos do CAMA afim de escolher as melhores cenas para compor as apresentações. No evento, a melhor performance poderá ganhar um ano de bolsa integral no CAMA: os aspirantes a performers musicais ganham uma oportunidade de mostrar seu talento e a comunidade mineira mais uma boa programação cultural. Muita merda à todos!

 

 

Please reload