Saiba mais sobre “O Elixir do Amor”, musical infantil que encantou o RJ

4/12/2014

Por Rhaissa Bertalia

O musical infantil estreou em outubro, no Teatro do Jockey, no Rio de Janeiro e fez sucesso entre adultos e crianças, durante sua temporada. Baseado na Ópera de Gaetano Donizetti, a história de O Elixir do Amor foi adaptada para se passar aqui no Brasil, no Rio Grande do Sul.

 

Nós do Backstage Musical conversamos com a queria Vanessa Dantas, idealizadora do projeto e com os protagonistas da história, Giulia Nadruz e Kiko do Vale, que interpretam os personagens Adina e Nemorino. Confiram o que eles contaram para nós:

 

BM: Como surgiu a ideia de transformar a história em um musical infantil? Dá pra contar um pouquinho de como foi o processo pra por a idéia em prática?
Vanessa Dantas: Há alguns anos venho desenvolvendo uma pesquisa de teatro para crianças onde o clássico e o popular se misturam. Depois de O barbeiro de Ervilha e A Borralheira, foi a vez de O Elixir do Amor de Gaetano Donizetti ganhar um gostinho todo especial de chimarrão.
O ponto de partida para esta adaptação foi o próprio compositor. Ele foi um clássico nacionalista italiano e criou óperas belíssimas dando voz ao seu país.
A ação da história original – que se passa no campo da Itália do inicio do século XIX – encaixou perfeitamente nos campos gaúchos. A solidão do peão – vaqueiro do Pampa, chamava pelo protagonista Nemorino, o camponês do libreto original. A fazendeira italiana Adina passou a ser a patroa da estância. Estas e muitas outras afinidades contribuíram para o enorme desejo de levar esta história com uma dramaturgia inédita para os palcos, onde pudessem pulsar um pouco dos costumes, das tradições e do folclore do universo campesino do Rio Grande do Sul.

 

BM: Vocês podem falar um pouquinho de seus personagens?
Giulia Nadruz: A Adina é uma personagem incrível. Dona de uma personalidade forte, ela é muito sedutora e segura de si, até que se apaixona…rsrs. Ela que sempre foi independente e contra o amor romântico e a fidelidade, de repente se vê sentindo coisas que nunca havia sentido antes. Essa virada da personagem é muito legal! Fora as músicas, adaptadas da ópera, que são lindíssimas, uma delícia estar em cena com a Adina!

Kiko do Vale: O meu personagem é o Nemorino. Na nossa montagem, a ação se passa numa estancia gaúcha. Lá, ele é um vaqueiro humilde, ingênuo e apaixonado pela sua patroa, Adina (personagem da Giulia Nadruz). Mas ela não dá a menor bola pra ele, então ele vai atrás de um elixir do amor pra fazer ela gostar dele. A partir desse ponto de partida, acontecem várias confusões e reviravoltas. Uma das coisas mais interessantes pra mim é a trajetória que ele percorre durante a peça, do início sem nenhuma auto-estima, passando pelo bêbado sem limites, até o herói que percorre toda uma jornada pra conseguir o seu objetivo.

BM: Como foi a recepção do público?
Vanessa Dantas: Excelente. Tantos as crianças quanto os adultos conversavam conosco ao final do espetáculo muito felizes por terem ido. Muitos pais disseram que a partir do espetáculo irão incentivar mais as crianças à música clássica. Além disso temos um público cativo. Muitas crianças já conhecíamos da época de O barbeiro de Ervilha e A Borralheira.

 

BM: O musical é voltado para o público infantil, você acha que a responsabilidade em cena é maior, por causa disso?
Giulia Nadruz: É o meu segundo musical infantil, gosto muito de trabalhar para crianças, elas tem uma sensibilidade incrível. Faço peças para crianças assim como faço para adultos, estudo e me dedico diariamente da mesma forma. Acredito que a responsabilidade que temos, aí incluo toda a equipe, é a de poder apresentar um trabalho de qualidade e bom gosto para ajudar na formação cultural dos pequenos. O Elixir do Amor é um clássico e foi concebido para conquistar não só o público infanto-juvenil, mas o adulto também! Sou muito feliz em fazer parte desse espetáculo tão lindo e delicado.

 

O musical recebeu várias críticas positivas de quem assistiu e foi indicado ao 3º Prêmio Botequim Cultural, em que ganhou como Melhor Espetáculo Infantil. A atriz Giulia Nadruz e o ator Mario Rocha também foram indicados como Melhor Atriz e Melhor Ator.
Mas não os elogios para os atores não vieram só de quem assistiu, o ator Kiko do Vale também falou um poquinho sobre trabalhar com a Giulia: “Trabalhar com a Giulia é maravilhoso. Já tinha feito duas peças da Karen Acioly com ela : Fedegunda e Cabelos Arrepiados. E sempre admirei muito a artista que ela é, o talento, a sensibilidade, a voz, o profissionalismo, a segurança. Ela tem uma generosidade fora do comum também. Até mesmo antes de ficarmos amigos, já assistia trabalhos dela e ficava encantado. Quando passamos no teste e soubemos que íamos contracenar e fazer par romântico, foi uma felicidade só!“

 

Em dezembro o musical fará 4 apresentações em diferentes arenas do Rio de Janeiro, e, quando perguntamos para Vanessa Dantas se existe a possibilidade do musical ir para outros lugares, como São Paulo, ela afirmou: “Existe sim, claro! Quanto mais cidades alcançarmos melhor. São Paulo está entre nossos desejos. Contamos agora com novos patrocínios para isto. Já estamos em processo de captação de recursos.“

 

Para acompanhar as novidades sobre o musical, curtam a fanpage no Facebook https://www.facebook.com/oelixirdoamor

 

 

 

Please reload