"Sim! Eu Aceito! - O Musical do Casamento"

28/11/2014

Por Rhaissa

 

 

Versão brasileira de Flávio Marinho, com direção de Cláudio Figueira, estreia dia 5 de dezembro, no Teatro das Artes.

 

Um dos grandes clássicos da Broadway, ‘Sim! Eu Aceito! – O Musical do Casamento’ ganha montagem no Brasil celebrando o encontro de Diogo Vilela e Sylvia Massari, dirigida por Cláudio Figueira, com versão de Flávio Marinho, a partir de 5 de dezembro, no Teatro das Artes. O original ‘I Do! I Do!’estreou em 1966, com texto de Tom Jones e música de Harvey Schmidt, protagonizado por Robert Preston e Mary Martin, com oito indicações ao Tony (ganhou o prêmio de melhor ator). Na turnê americana, foi a vez do galã Rock Hudson e de Carol Burnett dar vida ao casal. Apresentado pela Bradesco Seguros, com patrocínio dos Correios e produção de Só de Sapato Produções e Fabula Entretenimento, ‘Sim! Eu Aceito! – O Musical do Casamento’ recebe agora sua primeira encenação fora dos Estados Unidos.

 

O espetáculo narra a história de Michael e Agnes, que enfrentam todos os problemas que um casal pode conhecer durante cinco décadas de vida em comum: desde a noite de núpcias, o nascimento do primeiro filho, o sucesso na vida profissional, o eventual caso extra-conjugal, até o casamento dos filhos e o envelhecimento a dois. “Trata-se do único espetáculo da Broadway feito para dois atores, o que exige muito deles. Diogo e Sylvia não têm tempo para pensar, as coisas acontecem e ambos só têm um ao outro para se apoiar. A construção do texto nos conduz às transformações por que passam os personagens ao longo destes 50 anos”, conceitua Cláudio Figueira. A cenografia e os figurinos de Clívia Cohen também são fundamentais para as inúmeras passagens de tempo da peça: “Temos um único cenário, em que elementos e adereços entram em cena e saem dela para ajudar a contar a história. São oito trocas de roupa para cada um deles, além das perucas”, finaliza o diretor.

Embora traga à tona todas as agruras de um casamento longevo, ‘Sim! Eu Aceito!’ é essencialmente uma comédia. Segundo Flávio Marinho, “o humor malicioso foi adensado, enquanto a fluência do diálogo, vivamente mantida. A irreverência, que está em nosso temperamento e tempero, e o fato de estarmos no século XXI, possibilitaram a esta nossa versão uma ‘animada’ no relacionamento de Agnes e Michael. As músicas funcionam como extensões das cenas, e não números isolados como às vezes ocorre em alguns musicais”.

 

Com trajetórias consagradas em musicais, Diogo Vilela e Sylvia Massari encontram-se pela terceira vez no palco. Já haviam contracenado anteriormente nas montagens ‘Cauby, Cauby’ (2006) e ‘A Gaiola das Loucas’ (2010). “Tenho para mim que, às vezes, conscientes do nosso karma, os deuses do teatro nos dão presentes. Pérolas a serem destrinchadas e vividas em cena, para o nosso inteiro prazer, como um voto de confiança. Sabia de antemão que esta peça era tecnicamente dificílima! Soube também que ela continha uma carpintaria capaz de atrair qualquer ator à cena! E foi o que percebi quando li a excelente tradução do Flávio, tornando praticamente impossível negar o convite do Cláudio. Para completar, o imenso prazer de dividir a cena com a Sylvia”, explica o ator. E ela complementa: “Trabalhar novamente com Diogo, com quem tenho uma imensa afinidade e respeito profissional, é delicioso! E Agnes, com certeza, vai ficar marcada como uma dessas personagens, que me dão a firme convicção de que o palco é o meu lugar! Ela representa a mulher submissa, numa época patriarcal , diferente da nossa atual, mas que tem seus sonhos, suas aspirações, que são sufocadas pelo dia a dia. Até o momento em que se rebela, questiona-se e passa a ter um comportamento, diferente do que ela sempre viveu”.

 

A trajetória de ‘Sim, Eu Aceito’, na verdade, remonta da década de 50. Com o título ‘The Four Poster’ (‘Uma cama de quatro colunatas’), a americana Jan de Hartog escreveu esta comédia que estreou na Broadway, em 1951, tendo o prestigiado casal Jessica Tandy e Hume Cronyn como protagonistas. O sucesso foi tão grande que, no ano seguinte, já estava no cinema na pele de outro casal (Lilli Palmer e Rex Harrison), em filme lançado no Brasil como ‘O Leito Nupcial’. “A década de 1960 deu vida nova a Agnes e Michael. A integração entre música e ação é tão hábil, tão orgânica, que chega a ser difícil imaginar que, um dia, este nosso ‘Sim, Eu Aceito!’ não tenha nascido como um musical. As canções, como costuma acontecer desde ‘Oklahoma!’ (1943), fazem avançar a narrativa, ilustram o estado de espírito das personagens, fazendo-os cantar quando somente as palavras não são mais suficientes para revelar o que lhes vai n’alma”, finaliza Flávio Marinho.

 

Completam a ficha técnica Liliane Secco (direção musical e preparação vocal) e Marco Cardi (iluminação). ‘Sim! Eu Aceito! – O Musical do Casamento’ é uma realização da Só de Sapato Produções e Fabula Entretenimento, apresentado pela Bradesco Seguros, com patrocínio dos Correios.

 

FICHA TÉCNICA
Texto e Letras Tom Jones 
Musicas Harvey Schmidt
Direção e Coreografia Cláudio Figueira 
Direção Musical e Preparação Vocal Liliane Secco
Versão Flávio Marinho
Direção de Produção Cláudio Figueira
Produção
Carmen Figueira – Só de Sapato Produções
Renata Borges – Fábula Entretenimento 
Cenografia e Figurino Clívia Cohen 
Figurinos de noiva e vestido de noite Carol Hungria
Caracterização Sergio Azevedo
Figurinista Assistente Clara Cohen
Assistente de coreografia Elisa Firpo
Iluminação Marco Cardi
Técnico de Som Luiz Everando
Programação Visual Luiz Pimenta
Alfaiate Macedo Leal e Equipe
Costura Atelier das Meninas /Paulo Silva
Cenotécnico e Pintura de Arte Máximo Esposito
Assistente de Cenotécnico Willian Marcelo
Serralheiro/ Aramista Junior Alexandre
Adereços e Maquete Virtual José Cohen
Fotografia Miguel Sá

 

SERVIÇO
‘SIM! EU ACEITO! – O MUSICAL DO CASAMENTO’
Estreia: 05 de dezembro (sexta)
Temporada: até 29 de março
Teatro das Artes (Shopping da Gávea)
Tel: 2540-6004
Endereço: Rua Marquês de São Vicente 52, Gávea

Horários:
Quinta a sábado, às 21h
Domingos, às 20h

Preços:
Quintas e Sextas: R$ 90,00
Sábados e Domingos: R$ 100,00
Duração: 120 minutos
Classificação Etária: Livre
Lotação: 421 Lugares

Please reload