"Rádio Nacional - As Ondas que Conquistaram o Brasil" está de volta ao Rio

5/11/2014

Por Rhaissa Bertalia

Vencedora do Prêmio Shell de Melhor Direção Musical, o espetáculo reestreia em novembro, com supervisão de Bibi Ferreira, no Imperator.

 

O espetáculo “Rádio Nacional – As Ondas que Conquistaram o Brasil”, de Fátima Valença, volta ao Rio de Janeiro para embalar o público com os grandes sucessos da época de ouro do rádio. De 7 a 23 de novembro, a peça, que tem supervisão de Bibi Ferreira, estará em cartaz no Centro Cultural João Nogueira, Teatro Imperator. Assistido por mais de 270 mil pessoas nos seis anos que viajou pelos palcos do país, o espetáculo relembra as histórias que o Brasil viveu nas décadas de 30, 40 e 50.

 

Dirigido por Fábio Pillar e realizado pela Vigonne Produções Artísticas e Culturais Ltda., o musical narra a história de Araci (Claudia Vigonne), uma dona de casa exemplar, apaixonada pelo marido Abílio (Anderson Muller), funcionário dos Correios, boêmio inveterado e chegado a um rabo de saia. Araci, que vive para o lar e o marido, não têm amigos. Seu único prazer e encantamento são as canções e os programas da Rádio Nacional.  A Rádio é sua única companhia, até o dia em que surge na vida e no apartamento do casal, a vizinha Iolanda, vivida por Renata Celidonio. É essa mulher desquitada, livre, independente e muito bem relacionada quem vai dar uma guinada na vida de Araci e Abílio. No palco onze atores e quatro músicos relembram a história da rádio através de canções de Dalva de Oliveira, Ângela Maria, Emilinha Borba, Orlando Silva, Ari Barroso, Cauby Peixoto, Nelson Gonçalves  e muitos outros.

 

Além da magia, reproduzida nos figurinos suntuosos e músicas envolventes, o espetáculo conta com duas réplicas de microfone, o primeiro som emitido pela emissora e alguns jingles originais reproduzidos na peça, cedidos pelo presidente da Rádio Nacional. “Rádio Nacional – As Ondas que Conquistaram o Brasil” foi indicado ao Prêmio Shell de Melhor Figurino e Melhor Direção Musical e ao Prêmio Contigo de Melhor Espetáculo Musical Brasileiro. Conquistou, em 2006, o Prêmio Shell de Melhor Direção Musical.

 

Bibi Ferreira foi responsável por dar vida a essa história, ao lado do diretor Fábio Pilar, e captou a alma das três personagens principais. Hélvios Vilela, diretor musical do espetáculo, juntamente com o jornalista João Maximo, pesquisador musical do projeto, foram democráticos na escolha do repertório e sempre ouviam o trio: autora, diretor e produtora. Segundo a atriz e produtora Cláudia Vigonne, a peça não só reporta os grandes cantores da época, mas também os rádio-atores, humoristas, jornalistas e todo o universo da rádio e o fascínio que ela exercia sobre o público. “O público interage como se estivesse no auditório da rádio e toma partido dos personagens de uma forma que em meus vinte anos de teatro eu nunca presenciei”, comenta.

 

Para a autora Fátima Valença, transpor para o palco essa época foi uma grande satisfação, pois, desde que ela começou a escrever para o teatro, adquiriu uma paixão pelo Brasil e, especificamente, pelo passado do Rio. Além de dramaturga, ela se tornou uma pesquisadora minuciosa e apaixonada. “Muito mais do que escrever biografias musicais e contar a vida dos grandes ídolos, o que me encanta é a época e seus personagens, sobretudo os anônimos, aqueles que constroem a história de um país, mas que não estão nos jornais, nem nos livros”, conta Fátima.

 

FICHA TÉCNICA

 

Elenco: Renata Celidonio, Anderson Muller, Claudia Vigonne, Márciah Luna Cabral, Cacau Gondomar, Eduarda Fadini, Adriana Quadros, Thiago Pach, Betto Serrador, Luciano Borges e André Rayol.

 

Texto: Fátima Valença

Supervisão Musical: Bibi Ferreira

Direção Geral: Fábio Pilar

Direção Musical e Arranjos: Helvius Vilela

Roteiro Musical: João Máximo

Diretora Residente e Coreógrafa: Sueli Guerra

Iluminação: Paulo César Medeiros

Figurino e Cenário: Marcelo Marques

Visagismo: Beto Carramanhos

Preparação Vocal e Coro: Márciah Luna Cabral

Coreógrafo Assistente: Daniel Moragas

Coordenação Artística: Claúdia Vigonne

Coordenação Geral da Produção Teca Vianna

Direção de Produção: Junior Figueiredo

Produção Executiva: Martha Hochstäter

Assistente de Coordenação: Apparecida Vianna

Assessoria Imprensa: Lu Nabuco Assessoria em Comunicação

Realização: Vigonne Produções

 

SERVIÇO:

Espetáculo:   Rádio Nacional – as ondas que conquistaram o Brasil

Temporada: De 07 a 23 de novembro de 2014

Horário: Sexta a domingo, às 20h

Local: Centro Cultural João Nogueira – Teatro Imperator – Rua Dias da Cruz 170, Méier, Rio de Janeiro, RJ

Ingressos : R$60,00 (inteira) e R$30,00 (meia)

Bilheteria:

Terças e Quartas: 13h às 20h.

Quintas e Sextas: 13h às 21h30.

Sábados: 10h às 21h30.

Domingos: 10h às 19h30

Tel: (21) 2596-1090

Capacidade: 724 lugares

Gênero: Musical

Duração: 2h15m – intervalo de 10m

Classificação etária: Livre

 

 

 

Please reload