“Crazy For You” estreia no Teatro Bradesco e Liane Maya conta como é viver dois papéis no mesmo musical

14/2/2014

A temporada do musical “Crazy For You” em São Paulo continua, mas agora o espetáculo se despede do simpático Complexo Ohtake, onde estreou em 2013, e segue para o grande Teatro Bradesco. O musical que arrepia nos números de sapateado continua sendo um sucesso de público na cidade, o que já se era de se esperar, por contar com um elenco de ponta, encabeçado por Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello. A história de amor entre os protagonistas é encantadora, mas “Crazy For You” é um daqueles musicais que nos faz esquecer dos personagens principais às vezes, por ter coadjuvantes e coristas tão magníficos quanto os protagonistas. Entre tantas ótimas atuações nós podemos falar, sem sombra de dúvidas que o grande destaque do musical é o ator Mateus Ribeiro. Rodrigo Negrini não fica atrás, na pele do antagonista do qual ninguém consegue sentir raiva, o ator deslumbra no canto e na atuação. Marilice Cosenza, Andreza Meddeiros, Carla Vazquez e o mestre Marcos Tumura também não pode ficar fora da lista de destaques. Resumindo: o elenco todo, junto ou separado, cantando, dançando ou atuando é espetacular, tal como a ficha técnica.

 

Em meio a tantos nomes de ícones do teatro musical brasileiro recebendo o seu merecido destaque por “Crazy For You” você pode achar que nós esquecemos da grande Liane Maya, mas não, Liane além de receber o seu destaque deu para o Backstage Musical uma palavrinha sobre esta experiência que vive pela primeira vez: viver dois papéis em um mesmo musical. Confira a entrevista com a maravilhosa atriz e cantora Liane Maya abaixo, e depois de se encantar com ela, confira o serviço do musical em nossa aba “Em Cartaz” e vá vê-la ao vivo quantas vezes puder!

 

BM: Quais os grandes desafios para uma atriz durante a criação do personagem em fazer 2 papéis tão diferentes?

Liane: Para mim o período de ensaios é a melhor parte da criação e é onde todos os desafios aparecem. No musical “Crazy for You” o diretor José Possi Neto  soube conduzir os atores com maestria nesse sentido. Meu desafio era construir a Lottie, uma mulher de 70 anos, com um corpo curvado  e uma bengala na mão, muito rica e prepotente, voz grave metálica de acordo com sua personalidade mal humorada e lacônica, e ao mesmo tempo engraçada e divertida.O grande desafio era parecer mãe do Jarbas Homem de Mello já que temos idades próximas, além disso imprimir uma voz e um corpo que não fossem caricatos. Já na Inglesa Patricia meu desafio foi encontrar com o ator Patrick Amstalden um nunsense na atuação e nas marcações da dupla quase chegando ao clown . A personagem era mais jovem e alegre e a voz ficava na região aguda ,minha caracterização tinha  peitos enormes, óculos e totalmente cega e ele bem magro e  mais alto que eu, tudo isso nos conduziram a linguagem do desenho animado .Na verdade o desafio maior de fazer dois personagens num musical é você saber usar a sua voz em regiões diferentes  sem se machucar, para isso tivemos a  orientação do Maestro Marconi Araújo que além de trabalhar a voz falada dos personagens,trabalhou os personagens cantando e os coros nos registros de Belting eLeggite.

 

BM: O que acontece desde a sua entrada na coxia ate a hora de voltar a cena? Como é a correria da troca de roupa, maquiagem, peruca. Você corre no camarim ou tem um lugar estratégico para te ajudar?

Liane: Minha preparação do personagem Lottie é feita no primeiro andar no camarim com exercícios de relaxamento e vocalizes enquanto faço a maquiagem. Em seguida no segundo piso onde a orquestra toca, temos um camarim enorme onde fazemos as trocas rápidas e onde temos a perucaria.Quando saio da primeira cena como Lottie vou para  a perucaria e começo a me caracterizar de Patricia vestindo meu figurino para entrar no I Ato. Já no II Ato tenho  duas trocas complicadas de figurino em poucos minutos como Lottie e para isso conto com o Dicko Lorenzo nos cabelos e as camareiras Jô e Carol  que fazem praticamente uma coreografia para me vestirem. Além disso o elenco está sempre cantando quando os números grandes de sapateado acontecem e também nas  aberturas de vozes  dos  números de coro nos mantendo sempre ativos nas coxias sob a batuta da maestrina Beatriz De Luca.

 

BM: Você curte mais fazendo um papel especial?

Liane: Adoro fazer a Lottie e a Patricia, esses dois personagens são verdadeiros presentes para uma atriz de comédia como eu, mas tenho predileção por personagens mais velhos onde posso compor um tipo bem distante de mim, preciso pesquisar mais o seu perfil e observar o seu  corpo e a voz . A Lottie é um daqueles personagens que eu como atriz jamais esquecerei!

 

BM: Se nos musicais que fez anteriormente pudesse se desdobrar em outro papel dos mesmos musicais quais seriam?

Liane: Fiz três Musicais em seguida que me marcaram muito: “Gypsy”, “Cabaret” e agora “Crazy for You”. Em “Gypsy” a personagem Tessie Tura, uma Texana, stripper dos anos 40, ex-bailarina clássica que dançava nas pontas e que tinha um humor hilariante. No “Cabaret” a personagem comovente de Fraulein Schinneider de 60 anos, alemã solteirona e dona da pensão onde a história se desenrola no início do Nazismo… E agora no Musical “Crazy for You” a personagem Lottie, uma senhora de 70 anos, dona de Banco em New York, enérgica, mal humorada e prepotente, mas irresistivelmente engraçada e divertida como uma clássica vilã dos filmes de sessão da tarde nos anos 40. Ah! Se eu pudesse colocaria as três  juntas no palco!!!

 

Please reload