Singin’ in the Rain – Tour no Reino Unido

Em São Paulo estamos vivenciando um período em que temos as maiores temperaturas já registradas nos últimos anos. Junto do calor aproximam-se as tão tradicionais chuvas de verão no final de toda tarde. Você, paulista, tem a certeza que em algum lugar dessa vasta cidade irá chover. Certo? Certo! Mas por que raios estamos falando de chuva no Backstage Musical? O musical “Singin’ in The Rain” já possui direitos comprados para o Brasil segundo o site Broadway.com, mas enquanto só as chuvas de verão estão conosco o Backstage Musical deu um pulinho até o Reino Unido para a cobertura da primeira temporada da versão tour do musical que usa mais de 12.000 litros de água por apresentação.

 

Apreciado por público e crítica, a primeira parada do musical foi na cidade de Cardiff, no País de Gales, no mega teatro Walles Millennium Centre que teve sessões esgotadas de 03 de dezembro de 2013 a 05 de janeiro de 2014. Tarefa que não é fácil de ser cumprida por qualquer produção, uma vez que trata-se de um dos maiores teatros da Europa.

 

A história é baseada no sucesso da Time Warner Company “Cantando na Chuva”, estrelado por Gene Kelly, Donald O’Connor e Debbie Reynolds. Considerado o maior musical que Hollywood produzir no século XX, teve sua estreia mundial  nos palcos em Londres, no London Palladium em 1983. A produção que está em cartaz ao longo de 2014 na terra da rainha é o segundo revival datado de 2012, estrelado por Adam Cooper e que, provavelmente, será a versão mais próxima que o Brasil deve receber nos próximos anos.

 

A história tem como pano de fundo a revolução cinematográfica onde o cinema mudo  começa a ser substituído pelo cinema falado. Don Lockwood (James Leece) é uma estrela do cinema mudo que divide o protagonismo com Lina Lamont (Faye Tozer), que está convencido de que o romance encenado ente eles é real. Com a necessidade de implantar o cinema falado todos se desesperam ao saber da voz cômica e irritante que a “muda” Lina Lamont tem.

 

São varias as confusões causadas por esse gigante problema vocal até que uma solução é proposta: a dublagem. Don se apaixona por uma atriz de voz lindíssima, Kathy Selden (Amy Ellen Richardson), que concorda em ajudar a equipe pelo bem da produção do filme que está sendo produzido. Além dela outro personagem importante é o melhor amigo de Don, Cosmo Brown (Stephane Anelli) que sempre está apostos para aprovar e realizar as confusões que todos propõem.

 

Os figurinos de época e cenários impecáveis fazem da imersão na obra algo impressionante e, é claro, a cena na chuva é um espetáculo a parte. Parece que todos vão ao teatro para assistir àquela clássica cena que Don sapateia na chuva alegre pelo seu primeiro beijo com Kathy. Além de ser uma a música que nomeia o musical, a apresentação é tecnicamente invejável. O ator já comentado James Leece é treinado pelo Royal Ballet School e London Studio Centre. E não é para menos, só um ator que domine muito bem as três linhas de um musical pode interpretar tão bem Don Lockwood.

 

Os ingressos da temporada tour variam de 20 a 50 libras, o equivalente a faixa de R$80,00 a R$200,00, valores parecidos com os cobrados no Brasil. Para mais informações sobre quais as cidades o musical irá passar o musical tem o site oficial com todas as informações: http://www.singinintherain.co.uk.
Vai para o Reino Unido? Não deixe de se molhar (literalmente) com essa comédia para toda a família que, com certeza, será inesquecível.

O vídeo é a performance da produção na 99a. edição do Royal Variety, onde o musical estava em cartaz em Londres.

 

Please reload